Primeiras ações do Programa de Gestão Sustentável são realizadas no Vale do Caí

Agronegócio

Primeiras ações do Programa de Gestão Sustentável são realizadas no Vale do Caí

Criado pelo Governo do Estado, o Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar beneficiará centenas de agricultores do Vale do Caí.
Por:
591 acessos

Criado pelo Governo do Estado, o Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar beneficiará centenas de agricultores do Vale do Caí. Na região, a meta é sensibilizar 374 famílias e elaborar 187 Planos de Gestão das propriedades, com a execução de atividades a curto, médio e longo prazo. As ações já começaram a ser desenvolvidas, com a participação de extensionistas da Emater/RS-Ascar, responsável pela operacionalização do programa, em encontros nos quais são esclarecidas as metodologias e ferramentas a serem utilizadas na execução da política pública.

O próximo passo envolve reuniões com representantes de prefeituras municipais, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) e entidades ligadas ao setor para divulgação, sensibilização e seleção das famílias interessadas no Programa, que beneficiará cerca de 20 mil famílias gaúchas. Também serão realizadas visitas às propriedades rurais que tenham potencial e estejam dispostas a receber ações de caráter produtivo, social e ambiental, seguindo as orientações gerais acordadas e apresentadas no Plano de Gestão.

O objetivo do Programa, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), é promover a gestão e a adequação socioeconômica e ambiental das propriedades rurais familiares. A intenção é trabalhar de forma sistêmica, realizando o acompanhamento das atividades e promovendo a implantação de um sistema de gestão de forma a gerar instrumentos e conhecimento para diagnosticar, projetar, monitorar e avaliar sistemas de produção, com a abrangência de todas as atividades desenvolvidas nas unidades de produção familiar.

Outro ponto salientado pelo Programa - que será desenvolvido no Rio Grande do Sul no período de quatro anos, até 2019, por meio de assistência técnica gratuita - envolve a participação de jovens e mulheres como promotores do desenvolvimento das propriedades. Também serão incentivados o aumento da renda, a ampliação da área com práticas conservacionistas, a promoção do acesso a bens, serviços e políticas públicas e produção de pelo menos dez produtos para autoconsumo nas propriedades.

Os produtores interessados em participar do Programa podem procurar o escritório da Emater/RS-Ascar de seu município para a obtenção de mais informações.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink