Processamento de soja em ritmo lento no centro-oeste

Agronegócio

Processamento de soja em ritmo lento no centro-oeste

Por:
1 acessos
O atraso da entrada da safra precoce de soja no Centro-Oeste e a menor disposição dos produtores em fixar preços estão fazendo algumas esmagadoras retomarem o processamento num ritmo mais lento nesta temporada se comparado com 2004, um ano de cotações atipicamente elevadas.


A Caramuru, por exemplo, voltará a esmagar no dia 11 de fevereiro em Itumbiara (GO), 15 dias mais tarde do que o previsto. "Já era para estar voltando, mas a safra precoce atrasou, e os produtores estão retendo mais do que em outros anos", afirma César Borges, vice-presidente da Caramuru.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink