Procura por vacina ainda é pequena no TO
CI
Agronegócio

Procura por vacina ainda é pequena no TO

Por:

Mesmo com a obrigatoriedade da vacinação do rebanho bovino e bubalino (apenas fêmeas com idade entre três e oito meses) contra a brucelose, a procura pelas vacinas ainda é reduzida. Segundo o vendedor Juscelino Conceição Machado, como a demanda ainda está pequena, a loja onde trabalha nem comprou vacinas acima da quantidade normal. “Muita gente não sabe que tem que vacinar a partir de agora, por isso a procura está pequena. Só pra ter uma idéia, ficamos sabendo hoje (ontem) da obrigação”, comentou Machado.

Segundo a responsável pelo programa estadual de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal, Keyte Moreira Pimentel Alves, somente com o receituário (pedido de compra da vacina) assinado por um veterinário o produtor poderá comprar as doses, que custam em média R$ 11,50 (frasco com 15 doses). A aplicação também só pode ser feita por um veterinário ou alguém sob a responsabilidade do especialista.

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento ainda não definiu uma data-limite para que os criadores vacinem o rebanho contra a brucelose, mas já estipulou as multas. Quem não vacinar as fêmeas será multado em R$ 5,30 por cabeça e R$ 42,50 por animal que estiver sendo transportado. “Nossa intenção não é multar. É conscientizar o pecuarista sobre a importância em se manter o gado vacinado contra esse tipo de doença”, explicou Keyte. Além das multas, quem não imunizar as fêmeas não vai conseguir a Guia de Trânsito Animal (GTA) e não poderá transportar e comercializar os animais.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink