Produção argentina de óleo de soja cresce 8,5% de janeiro a novembro ante 2015

Agronegócio

Produção argentina de óleo de soja cresce 8,5% de janeiro a novembro ante 2015

Argentina é o principal exportador mundial de óleo e farelo de soja
Por:
380 acessos

Argentina é o principal exportador mundial de óleo e farelo de soja

A produção de óleo de soja da Argentina subiu 8,5 por cento de janeiro a novembro, ante mesmo período no ano passado, para 8,01 milhões de toneladas, devido a um crescimento no volume da oleaginosa processada, disse nesta quinta-feira o Ministério da Agricultura.

A Argentina é o principal exportador mundial de óleo e farelo de soja e o terceiro maior fornecedor global do grão antes do processamento.

"O aumento é consequência das maiores moagens da soja.. ao se industrializar 41.089.553 toneladas de soja" nos primeiros onze meses do ano, o que representa uma alta anual de 7,23 por cento, disse o ministério em comunicado.

O governo sinalizou que entre janeiro e outubro o valor das exportações argentinas de óleo de soja subiu para cerca de 3 bilhões de dólares.

O volume de soja comercializado na Argentina cresceu em 2016 após o presidente Mauricio Macri ter eliminado os impostos sobre as exportações de soja e seus derivados após assumir o cargo, em dezembro do ano passado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink