Produção chinesa de grãos cai pela primeira vez em 13 anos

Agronegócio

Produção chinesa de grãos cai pela primeira vez em 13 anos

616,2 milhões de toneladas
Por: -Leonardo Gottems
2846 acessos

Pela primeira vez desde 2003, a China deve ter uma redução na sua produção total de grãos de 0,8%, atingindo 616,2 milhões de toneladas, segundo dados oficiais divulgados nesta semana. A queda reflete uma diminuição da área plantada de 0,6% e uma redução de produtividade de 0,1%. O milho, principal cultivo chinês, teve um recuo de produção de 2,3% para 224,6 milhões de toneladas.

De acordo com o governo chinês, a menor produção se deve a uma adaptação à nova política agrícola do país, modificada neste ano. Em março, a garantia de preço mínimo do milho foi removida e alguns produtores sentiram-se menos incentivados a produzir grãos.

Para alguns analistas, o impacto poderia ser pior porque muitos produtores já haviam comprado insumos no momento do anúncio. Além disso, o impacto no mercado internacional não deve ser alto porque as importações chinesas do cereal já estão baixas em função da desvalorização local.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink