Produção de arroz será 15% menor em MT, aponta Conab
CI
Agronegócio

Produção de arroz será 15% menor em MT, aponta Conab

Safra deve alcançar 461,3 mil t no ciclo 2012/2013
Por:
Conforme dados do último levantamento, a safra deve alcançar 461,3 mil t no ciclo 2012/2013; preço baixo pago ao produtor é o motivador


A produção de arroz 2012/2013 deverá ser até 15,2% menor que as 461,3 mil toneladas colhidas no ciclo 2011/2012. Se a projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) se concretizar a indústria não descarta novas aquisições do cereal fora do Estado, o que pode encarecer ainda mais o produto ao consumidor final. Por conta da baixa produção na safra 2011/2012, visto o desestimulo dos produtores devido o preço pago a eles, o consumidor hoje paga em média 69,2% a mais que em fevereiro. A safra 2012/13 do feijão é de estabilidade a previsão.


De acordo com dados da Conab, a área destinada ao arroz deverá cair entre 12% e 7% frente os 143,4 mil hectares plantados no ciclo 2011/2012, variando desta forma de 126,2 mil hectares e 133,4 mil hectares. A redução da área proporcionará também a queda na produtividade estimada em 3,6%, uma retração de 3.217 quilos por hectare para 3.100. Já a produção a perspectiva da Conab é de 391,2 mil toneladas a 413,5 mil toneladas.


Conforme o presidente do Sindicato da Indústria de Arroz em Mato Grosso (Sindarroz-MT), Ivo Fernandes Mendonça, a produção de arroz na verdade foi de 512 mil toneladas na safra 2011/2012. “Este dado não bate com o da safra passada. Entretanto, para esta, cujo plantio do arroz está começando, ainda é cedo dizer algo, pois os preços pagos ao produtor estão começando a reagir devido a falta, o que pode levar a ampliação da produção. Final de novembro quando o plantio encerra teremos algo mais concreto”.


Questionado sobre a possível concretização das perspectivas da Conab, Mendonça frisa não descartar a falta do cereal e ter de comprar de fora. “Se concretizar seremos obrigados a comprar de fora para envazar aqui no Estado como estamos fazendo hoje. Ainda estamos comprando do Sul do Brasil, porém acredito que não chegue as 100 mil toneladas que estimávamos, pois como os preços subiram os produtores que ainda seguravam o cereal nas propriedades passaram a vendê-lo, contudo os estoques da produção local devem ficar zerados no

final do ano”.

Brasil - O país deve produzir na safra 2012/2013 entre 11,52 milhões de toneladas e 11,73 milhões, podendo  oscilar entre uma leve queda de 0,6% e uma alta de 1,2%, dependendo do resultado final. A área poderá chegar 2,3 milhões de hectares.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink