Produção de cana cai 4,6% na 1ª quinzena de julho

Agronegócio

Produção de cana cai 4,6% na 1ª quinzena de julho

O excesso de água afetou a qualidade e o aproveitamento do tempo disponível para moagem da cana
Por:
207 acessos

As chuvas que têm caído em todo o país estão atrapalhando a produção de cana e seus derivados, informou ontem (28) a União da Indústria da Cana- de-Açúcar (Unica). Assim como no mês de junho, as chuvas atrapalharam a produção de cana, que caiu 4,6% na primeira quinzena de julho. A produção de etanol também caiu: 13,93%.

O excesso de água afetou a qualidade e o aproveitamento do tempo disponível para moagem da cana. Segundo a Unica, as projeções para 2009, feitas no começo do ano - indicando crescimento de 45 milhões de toneladas - não serão atingidas: na primeira quinzena, foram esmagadas 33,53 milhões de toneladas de cana.

O índice da quinzena ficou em 135,73 quilos por tonelada de cana, 3,65% abaixo do registrado na mesma quinzena da safra anterior. Em termos de produtos finais, a redução no período foi de 8,09% e no acumulado da safra, a quantidade de produtos obtidos até 15 de julho é de 125,86 quilos por tonelada, 1,16% inferior ao acumulado na safra anterior.

Mato Grosso do Sul e Paraná foram os estados mais afetados pelas chuvas; em Minas Gerais e Goiás, as condições climáticas favoreceram as colheitas e em São Paulo, estado responsável por 60% da produção nacional, o desempenho da primeira quinzena de julho foi semelhante ao do mês de junho.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink