Produção de citrus da Flórida será ainda menor

Agronegócio

Produção de citrus da Flórida será ainda menor

A colheita de citros da Flórida, nos Estados Unidos, poderá ser menor que a estimativa feita no mês passado
Por:
1 acessos

A colheita de citros da Flórida, nos Estados Unidos, poderá ser menor que a estimativa feita pelo governo americano no mês passado: o tamanho das frutas está ainda menor que as expectativas iniciais, revelou uma pesquisa.

A estimativa para a atual colheita poderá recuar em 10 de março, para 159 milhões de caixas, frente às 162 milhões de caixas projetadas no mês passado, segundo a média da estimativa de sete produtores e analistas ouvidos pela Bloomberg.

O Departamento de Agricultura dos EUA (Usda) previu a menor colheita no período de 13 anos, depois dos danos causados por furacões em agosto e setembro."Os culpados foram os furacões, mas o tamanho das frutas" será o responsável pela redução, disse Rod Liddle, presidente da Southern Gardens Citrus, de Clewiston, Flórida, que possui 12 mil hectares de cítricos no estado.

Uma queda nos prognósticos foi assinalada em um relatório do governo, na segunda-feira, sobre o uso da colheita de laranjas na Flórida. A partir de 6 de março, a colheita de laranjas do início e meio do ano-safra foi superestimada em 6 milhões de caixas, disse o relatório da Comissão Administrativa Cítrica, ligada ao Usda.

Uma colheita de 159 milhões de caixas seria a menor desde os 139,8 milhões de caixas colhidos na safra 1991/92, e 34% inferior à produção do ano passado, que foi de 242 milhões de caixas.

Cargill vai às compras

A Cargill, maior empresa agrícola dos Estados Unidos, anunciou que pretende adquirir o setor global de pectina da Citrico, fornecedora internacional de produtos cítricos para os segmentos de alimentos e bebidas.

A Cargill anteriormente não fornecia pectina, substância que é extraída das cascas de críticos e usada para aumentar a textura dos alimentos, ou a "sensação agradável na boca" , disse a empresa. O valor do negócio não foi revelado.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink