Produção de leite no Mato Grosso fecha com redução

Agronegócio

Produção de leite no Mato Grosso fecha com redução

Produção caiu 0,8% em 2010 em relação ao ano anterior
Por:
1013 acessos
A produção de leite mato-grossense caiu 0,8% em 2010 em relação ao ano anterior. As indústrias do Estado adquiriram 510,953 milhões de litros, ante a 515,589 milhões de litros registrados em 2009. No último trimestre do ano, o volume produzido em Mato Grosso passou de 142,056 milhões de litros para 143,761 milhões de litros de um ano para outro. A diferença é de 1,2%, conforme a pesquisa do IBGE.


De acordo com o diretor do Instituto do Leite em Mato Grosso, Eldor Sontag, o setor observa boas perspectivas para este ano, devendo encerrar 2011 com um crescimento de 10% na produção do produto. Ele ressalta que o setor vem buscando alternativas e soluções para que a produção leiteira estadual fique de acordo com as novas normas estabelecidas pelo governo federal, que entram em vigor em julho. Conforme ele, aproximadamente 70% das indústrias mato-grossenses estão já dentro da legalidade. "O restante tem potencial para se adequar".

A pesquisa do IBGE mostra que a produção nacional de leite, no ano passado atingiu 20,966 bilhões de litros, 7,0% a mais que em 2009. No 4º trimestre de 2010 os estabelecimentos industriais inspecionados adquiriram 5,594 bilhões de litros de leite, volume 2,1% com relação ao mesmo período de 2009 e de 7,7% com relação ao 3º trimestre de 2010.


Quanto ao leite industrializado houve o registro de 5,557 bilhões de litros no 4º trimestre de 2010. Com relação ao 4º trimestre de 2009 houve aumento na industrialização de 2,0%, e de 7,4% frente ao 3º trimestre de 2010.

Segundo o presidente da Associação Leite Brasil, Jorge Rubez, esse é um incremento significativo do volume de leite inspecionado. Por outro lado ele ressalta que, infelizmente, cerca de 30% da produção de leite do país ainda é consumida sem Inspeção Federal. De acordo com ele, o números indicam que o consumo per capita de leite e derivados alcançou pouco mais de 161 litros por ano, o que ainda está longe dos 200 litros recomendados pelo Ministério da Saúde brasileiro.

Segundo o IBGE, desde 1997, quando a Pesquisa Trimestral do Leite foi implantada no país, verifica-se que a aquisição de leite inspecionado cresce ano a ano. Minas Gerais foi o principal Estado em aquisição de leite, com 26% do total captado nacionalmente. Rio Grande do Sul vem na segunda posição no ranking nacional, adquirindo 14,3%. Participaram da pesquisa 2.013 estabelecimentos informantes.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink