Agronegócio

Produção de melancia é recorde em Santa Catarina

A cultura foi favorecida pelo clima e aumento da área cultivada no Estado
Por: -Darci Debona
107 acessos

A colheita de melancia, que começou há duas semanas no Oeste, promete bater recorde. Em Caxambu do Sul, o prefeito Gilberto Tomasi estima em 1,7 milhão de toneladas, contra um 1 milhão no ano passado. Em Planalto Alegre, a produção deve triplicar, de acordo com o secretário de Agricultura, Sadi Felippe.

Na safra passada, a colheita não atingiu um milhão de toneladas. Neste ano, deve ultrapassar três milhões de toneladas. Somente o prefeito de Planalto Alegre, Edgar Rohrbeck, que é produtor de melancia, deve colher 300 toneladas, em 12 hectares. Rohrbeck disse que a atividade vai injetar R$ 500 mil na economia do município.

Os fatores para o aumento da produção foram o clima favorável e o aumento da área cultivada, de 60 para 100 hectares. Atualmente 10% dos 400 agricultores do município se dedicam a atividade.

Venda direta é até 100% mais lucrativa:

Ivo Damo, de 62 anos, partiu para a fruta há 10 anos. Na primeira safra, plantou dois mil pés em 1,5 hectare e colheu 30 toneladas. Neste ano, plantou sete mil pés em cinco hectares e pretende colher 100 toneladas. Cerca de 30% da produção ele vende numa barraca próxima a SC 283. Nos finais de semana, chega a atender 400 pessoas.

Vendendo direto ao consumidor ele ganha o dobro do que comercializando para os supermercados. No mercado ele recebe R$ 0,20 por quilo. Na barraca, chega a ganhar R$ 0,50. Damo e sua esposa Odila, que ajuda a cuidar da venda, pretendem faturar R$ 30 mil nesta safra. Se plantasse milho, seriam R$ 6 mil.

"Graças à melancia, consegui reformar a casa e comprar um caminhão para meu filho", disse Damo. A prefeitura recebeu R$ 22 mil do Governo Federal para construir dois quiosques de vendas de produtos coloniais, entre eles melancia. O município entra com uma contrapartida de R$ 6 mil. Os quiosques serão construídos no primeiro semestre de 2007, beneficiando grupos de três a cinco produtores cada.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink