Produção de milho do Brasil será de 92 MT

USDA

Produção de milho do Brasil será de 92 MT

Consumo deve ser maior
Por: -Leonardo Gottems
2710 acessos

A produção brasileira de milho está prevista pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em 92 milhões de toneladas, o que seria 6% a menos que a temporada anterior. O principal motivo da redução de oferta total é a menor área plantada tanto na safra verão quanto na safrinha.

O plantio da safra de verão tem diminuído em nove dos últimos 10 anos, mas os preços baixos e os estoques altos do ano passado motivaram a ainda mais produtores a reduzirem superfície.  

A estimativa das exportações brasileiras de milho foi reduzida levemente para 34 milhões de toneladas durante o ano agrícola que começou em Março de 2017. Isso ainda seria um pouco mais do que dobro do volume exportado em 2015/2016 e é próximo do recorde histórico.

O Brasil continua a ser importador de milho com um volume insignificante com pequenas quantidades vindas anualmente do Paraguai e da Argentina para suprir operações de avicultura e suinocultura. Para os produtores de Santa Catarina, o custo de importar traz benefícios importantes comparado a trazer do Mato Grosso.

O USDA prevê um consumo brasileiro de milho de 61,5 milhões de toneladas, o que seria um crescimento e que deveria continuar crescendo durante 2018. A avaliação do órgão norte-americano é que a retomada da economia permite que os brasileiros voltem a consumir proteína animal.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink