Produção de milho na Argentina será menor que o esperado inicialmente
CI
Agronegócio

Produção de milho na Argentina será menor que o esperado inicialmente

Seca de verão provocou redução
Por:
A produção de milho na Argentina deve ser menor que o esperado para a safra 12/13. A seca de verão que atingiu, principalmente, o Noroeste argentino provocou a redução, em 200 mil toneladas, no volume produzido. As perdas na produção atingiram 20% da área plantada. 


De acordo com as últimas estimativas divulgadas pela Bolsa de Cereais de Buenos Aires a produção irá passar de 25 milhões de toneladas para 24,8 milhões de toneladas. Mesmo assim, a produção atual está 15,4% acima do última safra, de 21,5 milhões de toneladas.


Por outro lado, no Noroeste de La Pampa Buenos Aires os rendimentos obtidos até o momento estão acima das produtividades projetadas inicialmente. O engenheiro agrônomo do Departamento de Estimativas Agrícolas da Bolsa de Cereais explica que esta situação impediu que a queda na produção fosse maior.


Colheita - No país, a colheita do milho atingiu 35,1% da área. Na semana, o avanço foi de apenas 3,4 pontos percentuais. Nas zonas Norte e Sul o trabalho de coleta do grão ultrapassou 50% da área prevista.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.