Produção de peixe movimenta cerca de R$ 80 milhões na economia tocantinense

Agronegócio

Produção de peixe movimenta cerca de R$ 80 milhões na economia tocantinense

Secretário mostra a necessidade de expandir a produção no Estado
Por:
525 acessos

A produção de peixe no Estado do Tocantins movimenta anualmente cerca de R$ 80 milhões. A informação foi repassada pelo secretário executivo da Seagro – Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Ruiter Padua, durante apresentação dos projetos de criação de peixe, em reunião ordinária do Coppe – Conselho de Planejamento de Projetos Estratégicos do Tocantins, realizada nesta quinta-feira, no auditório na Seplan – Secretaria do Planejamento e Modernização da Gestão Pública.

Na apresentação, o secretário executivo mostrou a necessidade de expandir a produção de peixe no Estado com a implantação dos projetos Piratins e Circuito da Pesca. “Notamos que o Tocantins tem potencial para essa atividade. E assim aprovar projetos para movimentar ainda mais a economia tocantinense, gerando emprego e renda para milhares de comunidades ribeirinhas e pescadores. Essa é a proposta do governo do Estado, ou seja, aumentar a criação de peixe em tanque-rede em lagos e barragens,” argumentou.

Ao falar ainda sobre a produção mensal de pescado no Estado, Padua destacou sobre os três principais projetos do Estado: o Tamborá que produz 400 toneladas de pescado por mês, o Piratins com 200 toneladas e o Barra Mansa com 100 toneladas mensais.

Circuito da pesca esportiva

O projeto Circuito da Pesca, também apresentado na reunião, foi criado pela Seagro, por meio da Subsecretaria de Aquicultura e Pesca para fortalecer a piscicultura nos rios e lagos das regiões do vale do Araguaia e das usinas hidrelétricas. A intenção é levar às comunidades ribeirinhas os benefícios das boas práticas de manipulação do pescado.

O circuito será realizado em cinco municípios, iniciando no próximo dia 29 de julho, em Lagoa da Confusão. Em seguida serão visitadas as cidades de Peixe (05 a 08 de agosto), Formoso do Araguaia (12 a 14 de agosto), Dianopólis (07 a 11 de setembro) e Palmas (23 a 25 de setembro).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink