Produção de soja registra recordes no Mato Grosso

Agronegócio

Produção de soja registra recordes no Mato Grosso

De acordo com o Imea, serão colhidas 20,3 milhões de toneladas
Por:
1522 acessos
Mato Grosso apresenta recordes na safra de soja 2010/2011. A produção da oleaginosa nesta temporada é a maior da história da agricultura mato-grossense. Números divulgados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) mostram que serão colhidas 20,3 milhões de toneladas ante a 18,8 milhões (t) no ciclo 2009/2010, alta de 7,9%. Além disso, é registrado aumento de 4,8% na produtividade, subindo de 3,026 mil quilos por hectare pra 3,174 mil kg/ha.


As expansões na produtividade e consequentemente do volume produzido estão relacionados diretamente com a área plantada com soja no Estado que foi 3,3% maior. Nesta safra, foram cultivados 6,412 milhões de hectares, contra 6,217 milhões (ha) no ano passado. Os dados demonstram que nem a estiagem e nem as chuvas atrapalharam o bom desempenho previsto para este ciclo e apontam para um bom desempenho também na comercialização do grão, tanto no mercado interno quanto com outros países.

O superintendente do Imea, Otávio Celidônio, explica que as condições climáticas causaram prejuízos pontuais, mas que não foram suficientes para afetar a produção. Conforme ele, a intensificação do uso de tecnologia no campo foi responsável pelos dados positivos. Ele acrescenta que a melhora no preço da commodity permitiu que os sojicultores tivessem receita para investir na lavoura. Outro ponto importante foi a fraca incidência de pragas nas plantações.


O diretor da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), Seneri Paludo, destaca que a produtividade foi alta mas que, por outro lado, o grão perdeu qualidade. "O excesso de chuva causou esse dano ao produtor". Conforme ele, o prejuízo será sentido no bolso, já que com pouca qualidade haverá redução no preço. Atualmente, a saca de 60 quilos da oleaginosa está cotada em R$ 36, na média do Estado.

As estimativas de aumento da produção são confirmadas pelos produtores de Campo Verde (131 km de Cuiabá). Na região, a alta na produtividade deve ficar em torno de 6% a 8%, afirma o sojicultor, Alexandre Lopes que plantou 300 hectares nesta temporada e colheu 16,5 mil sacas de soja. Conforme ele, neste safra, a previsão é que sejam colhidas cerca de 56 sacas por hectare, 5% acima do que foi registrado em 2010, de 53 sacas/ha.


Na opinião do presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Glauber Silveira, a produção poderia ser ainda maior, mas que se isso ocorresse haveria problemas no escoamento. "Não temos infraestrutura para o transporte dos grãos e se a produção aumentar ainda mais teremos prejuízo", afirma ao comentar que o Estado tem capacidade de incrementar a produção.

Código Florestal- Cerca de 1,6 mil produtores de Mato Grosso participam nesta terça-feira (5) (50 da mobilização para aprovação do novo Código Florestal Brasileiro. O evento será na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. São esperados 20 mil produtores de todo o país. "Nossa expectativa é que o Congresso vote o projeto ainda este mês", afirma o deputado federal Homero Pereira. A Famato a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e a Aprosoja apoiam a iniciativa.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink