Produção de trigo deve ser a mais baixa dos últimos cinco anos

Agronegócio

Produção de trigo deve ser a mais baixa dos últimos cinco anos

A produção deste ano no país foi muito prejudicada pelas condições climáticas
Por: -Cristiane Ribeiro
15 acessos

A safra de trigo de 2006 será a menor dos últimos cinco anos, conforme a estimativa divulgada ontem (07-12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda pode chegar a 51,9% em relação ao ano passado. O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de novembro aponta que a produção de trigo este ano no país foi muito prejudicada pelas condições climáticas. Além disso, os produtores tiveram que comercializar o produto a preços baixos devido à concorrência com o produto importado.

O coordenador de Agricultura do IBGE, Paulo Renato Monassa, lembrou que os produtores tiveram dificuldades para conseguir financiamento para as lavouras e que quando estas foram implantadas, os produtores tiveram que enfrentar estiagem no verão e depois muita geada no inverno.

"O trigo é uma cultura de grande risco no Brasil porque é muito dependente do clima, que castigou as safras de 2004 e 2005. Neste ano, os produtores estavam com pouco dinheiro e não tinham como oferecer garantias para os financiamentos e, mais uma vez, tiveram problemas com a seca e o frio. Isso tudo sem falar na concorrência com o produto importado, cujos preços estavam bem acessíveis, forçando os produtores brasileiros a vender o trigo nacional por um preço baixo", acrescentou Monassa. Ele lembrou que a produção nacional representa apenas 50% do consumo interno.

De acordo com a estimativa do IBGE para novembro, a safra de cereais, leguminosas e oleaginosas de 2006 vai atingir 115,9 milhões de toneladas, ante o total de 112,6 milhões de toneladas em 2005. No entanto, em relação a outubro deste ano, a safra será ligeiramente menor (0,2%).

O levantamento informa que a colheita dos produtos da safra de verão está encerrada nos grandes centros produtores de grãos e que as culturas de inverno estão na fase final de colheita. O milho em grão da primeira e segunda safras terá uma colheita quase 50% maior que no ano passado; enquanto a colheita as soja será 2,1% maior do que em 2005. Juntos estes dois produtos respondem por 80% de toda a produção de grãos do país.

Em relação a outubro, o recuo de 0,2% na safra de grãos foi puxado pela queda na produção da aveia em grão, cevada em grão, mamona e trigo em grão.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink