Produção olerícola é debatida em Dia de campo em São Sebastião do Caí

Agronegócio

Produção olerícola é debatida em Dia de campo em São Sebastião do Caí

Produtores de diversos municípios do Vale do Caí participaram de Dia de Campo com diversos temas relacionados à produção olerícola
Por:
919 acessos

Mais de 80 produtores de diversos municípios do Vale do Caí participaram, na última sexta-feira (25/11), de um Dia de Campo com diversos temas relacionados à produção olerícola. A atividade - organizada pela Câmara Regional de Olericultura, com o apoio da Emater/RS-Ascar, Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Cooperativa Piá - ocorreu na propriedade dos agricultores Simone e Paulo Rauber, da localidade de Vigia, em São Sebastião do Caí.

A atividade teve por objetivo responder aos principais gargalos relacionados à produção olerícola e que são fruto de uma pesquisa realizada em 80 propriedades do Vale do Caí. "Os temas tratados tinham relação direta com a realidade das famílias produtoras de olerícolas, com vistas a alcançar a superação de eventuais problemas, qualificando a ação técnica de Extensão Rural junto a este público", explica o assistente técnico regional em Sistema de Produção Vegetal da Emater/RS-Ascar, Lauro Bernardi.

Foram quatro estações de trabalho, em que foram discutidos o planejamento sistêmico da unidade de produção familiar olerícola, com buscando a redução da carga de contaminantes; ciclo e estratégias de controle integrado com associação de mecanismos para evitar a resistência da mosca branca; principais estratégias de manejo para doenças na cultura do pimentão e importância nutricional das olerícolas como estratégia de segurança e soberania alimentar para quem produz e consome.

Para a anfitriã do dia foi motivo de grande satisfação poder receber um público tão diversificado para a troca de conhecimentos que visam a qualificação da produção. "Ainda que já estejamos envolvidos com este tipo de cultivo há mais de 10 anos, sempre temos o que aprender em uma atividade assim", analisa Simone. Se, anteriormente, era o leite o principal produto na propriedade dos Rauber, agora o que mais se enxerga são hortas com abobrinhas, pimentões, pepinos, berinjelas, beterrabas e melões.

Simone explica que a troca se deu por gosto pessoal. "Além de a bovinocultura de leite ser um "compromisso" diário", lembra. É claro que nem tudo foram flores na mudança de matriz produtiva - "no começo ficamos meio apreensivos por não ter para quem vender", recorda a agricultora. Mas a posterior consolidação da demanda garantiu a satisfação com a atividade, que possibilita renda e qualidade de vida para o casal e para os filhos. "Podemos dizer que estamos contentes", garante Simone, que tem um envolvimento maior com a produção olerícola, já que Paulo também trabalha como operador de máquinas, localmente. 

Além de produtores, o evento contou com a participação de diversas autoridades, entre elas o diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura, o coordenador da Câmara Regional de Olericultura, Alex Schenkel, os gerentes regional e adjunto da Emater/RS-Ascar, Marcelo Brandoli e Carlos Lagemann, e o secretário de Agricultura de São Sebastião do Caí, Vilson Rech. Também contribuíram para a consolidação do dia de campo os extensionistas Miguel de Paiva e Luiz Maurício Finkler.

Para Moura esse é o tipo de evento em que se cria uma condição favorável para que se trabalhe a produção com atendimento das exigências do mercado e com entendimento das eventuais pressões externas para que se entregue ao consumidor um produto de qualidade. "E esta é uma excelente oportunidade para aqueles que permanecerem no campo", observa. Em São Sebastião do Caí são cerca de 120 produtores de olerícolas. "A intenção é que, com esta retomada, possamos trabalhar de maneira mais efetiva e próxima dos agricultores", lembra Bernardi.

Futuramente outras atividades serão promovidas por meio de articulação da Câmara Regional de Olericultura. Entre elas está o Primeiro Encontro Regional da Olericultura do Vale do Caí, que será realizado no Centro de Eventos do Parque Municipal de Bom Princípio, no próximo dia 05 de dezembro. A programação inicia às 08h30, com diversas palestras e painéis. Mais informações sobre as atividades podem ser obtidas nos escritórios da Emater/RS-Ascar dos municípios envolvidos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink