Produção rende R$ 29,3 bilhões no MT
CI
Agronegócio

Produção rende R$ 29,3 bilhões no MT

Montante é 2,03% menor ao registrado em 2011
Por:
Renda da produção agrícola mato-grossense está estimada em R$ 29,316 bilhões este ano. Montante é 2,03% menor ao registrado em 2011, quando chegou a R$ 29,925 bilhões, conforme o Valor Bruto da Produção (VBP), divulgado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). Baixa pode ser explicada pelo fato de algumas  culturas, como o algodão e o arroz terem desvalorizado, apesar do aumento nos nos preços da soja e do milho.


Impacto maior foi provocado pelo algodão, que deve reduzir em 44,4% o VBP, fechando 2012 em R$ 5,293 bilhões, contra os R$ 9,535 bilhões do ano passado. Gemelli Lyra, analista de conjuntura econômica do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) confirma a queda, mas discorda que seja tão acentuada. Imea estima 17% e um valor de R$ 3,8 bilhões para a cultura. Conforme ela, a divergência pode estar ocorrendo na metodologia de cálculo usada pelo Mapa e pelo Imea. “Ano passado foi um ano muito bom e 2012 está na média, com valor semelhante ao de 2010”.

Explicação para o recuo de 22,2% do valor da produção no arroz em Mato Grosso é outra. Na avaliação de Gemelli, a redução da área plantada, com a migração dos agricultores para soja e milho, impactou no VBP. Enquanto no ano passado era de R$ 343,950 milhões, 2012 deve fechar em R$ 267,363 milhões, acompanhando o comportamento da cultura na média nacional, que também caiu (-15%), saindo de R$ 7,852 bilhões em 2011 para R$ 6,664 bilhões este ano.


Em alta - Considerada a principal cultura do Estado, para a soja o aumento estimado é de 8%, saindo de R$ 15,068 bilhões para R$ 16,275 bilhões de um ano para outro, o que não reflete no lucro do produtor, afirma o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Carlos Henrique Fávaro. Isso porque os custos de produção também subiram. Fávaro alerta ainda para a falta de investimentos do Estado, na estrutura logística para garantir a competitividade quando esse “momento bom” e de oportunidades passar.

Com alta mais expressiva, 61,7%, a renda gerada com a venda de milho deve passar de R$ 5,685 bilhões em 2012, contra R$ 3,520 bilhões ano passado. Em Mato Grosso, a expansão da cana de açúcar deve alcançar 18,4%, se confirmado valor de R$ 1,016 bilhão, já que em 2011 foi de R$ 857 milhões. Em contrapartida, o valor da produção brasileira retraiu 3,1%. Em 2011 somou R$ 40,482 bilhões e este ano caiu para R$ 39,193 bilhões.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink