Agronegócio

Produtor ainda aguarda chuva pra plantar soja em MT

As chuvas com bom acúmulo de umidade só devem ocorrer entre 10 a 20 de outubro
Por:
1646 acessos
Os produtores mato-grossenses são conhecidos pela eficiência e vocação em produzir sustentavelmente e de forma economicamente viável. No estado já se faz até três safras em um mesmo ano, isso porque alguns produtores antecipam o plantio, com auxílio do pivô, quando pode se irrigar a safra. Com esse recurso alguns produtores iniciaram o plantio sem necessariamente contar com a chuva, que é esperada por grande parte dos que não dispõem da tecnologia.


Porém, o plantio ainda é tímido, já que ainda não choveu o suficiente em Mato Grosso. E de acordo com as previsões da Somar Meteorologia deve demorar ainda mais alguns dias para que a chuva embale o plantio do grão. “Nos próximos 15 dias não há chuvas acumuladas previstas, o que impedirá que o plantio ocorra de forma homogênea em todas as localidades e região”, explicou o meteorologista Celso Oliveira.

Segundo ele, as chuvas só devem retornar de forma mais regular e em boa frequência, com acúmulo de umidade, entre 10 a 20 de outubro, se colocando como o melhor período para plantar o grão. Também há expectativa de chuvas frequentes principalmente para o Sul e Oeste de Mato Grosso nos próximos dias, mas ele explica que o acumulado de umidade não é o suficiente para uma boa germinação da semente.


O diretor técnico da Aprosoja, Nery Ribas, orienta que os produtores devem se atentar ao clima adequado para o início do plantio. “É fundamental que o produtor acompanhe as previsões climáticas, também faça os testes das sementes para saber da qualidade do produto adquirido e que siga as orientações de seu engenheiro agrônomo”.
Com o fim do vazio sanitário, no dia 15 de setembro, o produtor que conta com irrigação pode adiantar o plantio de soja e assim fazer três safras sucessivamente, soja, milho e feijão. “Já plantamos 7% da produção e até o fim de semana devemos chegar aos 14%”, disse Rogério Arioli, que deve plantar 1.950 hectares nesta safra no município de Campo Novo do Parecis.


Na fazenda Vanguarda Agro e Morro Azul já se iniciou o plantio do grão, mas apenas nos talhões que receberam chuva um pouco mais cedo. “Já plantamos mais de 2 mil hectares entre Campo Novo do Parecis e Tangará da Serra desde quinta (19) e os restantes 142 mil hectares aguardam chuvas regulares”, disse o engenheiro agrônomo da  Vanguarda, Edson Iketani.
 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink