Produtor de laranja do RS tem nova oportunidade de apoio à comercialização

COMERCIALIZAÇÃO

Produtor de laranja do RS tem nova oportunidade de apoio à comercialização

As operações ocorrem por meio do Sistema Eletrônico de Comercialização da Conab (SEC)
Por:
466 acessos

Na próxima quarta-feira (13), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizará mais dois leilões em apoio ao escoamento da produção de laranja de agricultores gaúchos. As operações são de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) e Prêmio para Escoamento de Produto (PEP). As subvenções são para o escoamento de 10 mil toneladas da laranja in natura, da safra 2019/2020, para qualquer região do país. Esta é a quarta rodada de uma série de leilões que tem sido realizados para ajudar os produtores no escoamento da cultura e com isso equilibrar os preços de mercado da fruta no estado, que se encontram abaixo do mínimo estabelecido pelo Governo Federal.

Nas últimas operações, as aquisições das subvenções de Pepro foram menos procuradas do que as anteriores, já que a safra está no final e os produtores dispõem de pouco produto para participar. As aquisições de PEP também não estão ocorrendo pois as indústrias estão com os seus estoques elevados e, além disso, mais de 90% das laranjas processadas pela indústria destina-se a atender o mercado exportador de sucos, e o PEP exige que o escoamento restrinja-se ao território nacional. Por esses motivos, a Conab reduziu a quantidade de volume a ser escoada para 5 mil toneladas para cada modalidade. Estes leilões devem ocorrer somente enquanto a safra estiver sendo colhida, o que deve concluir nas próximas semanas.

No Pepro o arrematante do leilão deve ser o próprio produtor ou sua cooperativa. Ele terá direito ao incentivo uma vez que venda seu produto pela diferença entre o preço mínimo (ou o valor de referência definido pelo governo) e o valor do Prêmio Equalizador. Já o PEP oferta o prêmio para que beneficiadores e agroindústrias adquiram o produto diretamente do produtor rural ou de sua cooperativa pelo preço mínimo prefixado, complementando a operação com a venda do suco, concentrado ou não, para qualquer região do país.

As operações ocorrem por meio do Sistema Eletrônico de Comercialização da Conab (SEC). Os interessados em participar devem estar cadastrados em bolsas de mercadorias e estar inscritos no Sistema de Cadastro Nacional de Produtores Rurais (Sican), entre outros requisitos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink