Produtor lucra 10 vezes menos

Agronegócio

Produtor lucra 10 vezes menos

Contag sugere criação de grupo para debater disparidades na cadeia leiteira
Por:
520 acessos

Enquanto varejo e indústrias tiveram margem de lucro de R$ 0,50 e R$ 0,40, respectivamente, por litro de leite UHT em junho no Rio Grande do Sul, o agricultor obteve entre R$ 0,05 e R$ 0,10. Os dados, apresentados ontem pela Contag, refletem o momento em que o índice extrapolou a relação histórica na cadeia do leite, chegando a representar diferença de dez vezes. A pesquisa, realizada pela Fetag, baseia-se em notas fiscais de compra e venda e leva em conta preço médio de R$ 0,65.

Para tentar reverter essas disparidades, a Contag sugeriu ontem, em audiência pública em Brasília, a criação de grupo de trabalho permanente na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, com objetivo de evitar abusos no preço do leite. A equipe apresentaria sugestões à câmara setorial e atuaria na busca por pulverização de fomento empresarial, modificações tributárias e acompanhamento de mercado.

Em junho, o valor do litro do leite UHT no varejo ultrapassou os R$ 2,40, mas os agricultores reclamam que o lucro obtido não foi repassado ao setor produtivo. "Agora, os preços já estão baixando para o consumidor, mas o repasse aos agricultores não chegou na mesma proporção", afirmou o presidente da Fetag, Elton Weber.

No entanto, os valores apresentados pela Contag são questionados pelo diretor executivo do Sindilat, Darlan Palharini. Ele argumentou que pelo menos a metade da produção gaúcha é comercializada em outros estados, o que eleva custos, como impostos e despesas de transporte. Para o dirigente, não se pode tomar como base apenas o leite UHT, pois em outros artigos, como leite em pó, os reajustes foram menores.

O diretor executivo da Agas, Francisco Schmidt, admitiu que o leite UHT é o produto lácteo com melhor margem, devido ao alto giro nas prateleiras, mas não soube precisar percentuais. Segundo ele, os valores dependem do custo de cada varejista e ponto de venda.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink