Agronegócio

Produtores aguardam chuva no Mato Grosso

A previsão é de que o clima esteja adequado na segunda quinzena de outubro
Por:
1245 acessos
A previsão é de que o clima esteja adequado na segunda quinzena de outubro

O lançamento oficial do plantio da safra de soja 2013/14 foi realizado na semana passada na sede da Embrapa, no município de Sinop (500 Km de Cuiabá). Na ocasião, esteve presente a ministrachefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, entre outras autoridas. Na ocasião, a ministra falou sobre investimentos e dos recursos disponibilizados pelo governo federal referentes ao plano safra no valor de R$ 135 bilhões, sendo que deste montante R$ 25 bilhões serão destinados a novos armazéns e R$ 500 milhões para recuperação dos armazéns públicos. A ministra ainda destacou o potencial do agronegócio nacional, apontando que 35% da balança comercial vem deste setor.


Efetivamente falando do início do plantio no Estado, de acordo com a Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), o plantio ainda é tímido, já que ainda não choveu o suficiente no Estado. E de acordo com as previsões da Somar Meteorologia deve demorar ainda mais alguns dias para que a chuva embale o plantio do grão. Conforme o instituto, as chuvas só devem retornar de forma mais regular e em boa frequência, com acúmulo de umidade, entre 10 a 20 de outubro, se colocando como o melhor período para plantio. Também há expectativa de chuvas frequentes principalmente para o Sul e Oeste de Mato Grosso nos próximos dias, contudo o acumulado de umidade não é o suficiente para uma boa germinação da semente.

De acordo com o diretor técnico da Aprosoja, Nery Ribas, os produtores devem se atentar ao clima adequado para o início do plantio. O diretor explica que é fundamental que o sojicultor acompanhe as previsões climáticas, faça os testes das sementes para saber da qualidade do produto adquirido e siga as orientações de seu engenheiro agrônomo. Isso porque com o fim do vazio sanitário da soja, no dia 15 de setembro, o produtor que conta com irrigação pode adiantar o plantio de soja e assim fazer três safras sucessivamente, soja, milho e feijão. 


O Brasil vai colher 187,3 milhões de toneladas de grãos na safra 2013/2014, volume superior 15,7% à obtida em 2012, que foi de 161,9 milhões de toneladas, e com variação absoluta negativa de 634.430 toneladas em relação a julho. Os dados fazem parte da oitava estimativa da safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Já o último levantamento de intenção de plantio divulgado por Safras & Mercado indica que a área a ser plantada com soja na temporada 2013/2014 deverá crescer 3,7% na comparação com 2012/2013, ocupando 28,951 milhões de hectares. Se o aumento for confirmado, e contando com clima regular, a produção brasileira na próxima temporada deverá bater novo recorde, somando 88,172 milhões de toneladas, com crescimento de 7,4% sobre o total colhido em 2012/13, de 66,331 milhões de toneladas. 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink