Agronegócio

Produtores alertaram sobre a crise no campo

Produtores de São Gabriel do Oeste (MS) são unânimes em afirmar que a crise na agricultura foi previamente alertada
Por: -Marco Antônio Gehlen
1 acessos

Produtores e comerciantes de São Gabriel do Oeste (MS) são unânimes em afirmar que a crise na agricultura foi previamente alertada e veio se solidificando nos últimos dois anos até atingir o patamar de atividade inviável para muitos sojicultores que já não possuem renda ou crédito para plantar as lavouras. No mesmo ritmo, as lojas de maquinário e insumos existentes no município vêm sofrendo com a redução nas vendas, conforme exemplifica Gilberto Mosena: "a queda nas vendas foi gradativa. No primeiro ano [2005], as vendas caíram 50% e, neste ano, mais 30% aproximadamente. Estamos no limite. As concessionárias não sobrevivem com esses índices", afirmou.

O diretor comercial ressaltou ainda que muitos produtores não podem deixar de plantar em virtude dos compromissos já assumidos com bancos e multinacionais, mas, ainda assim, devem plantar a safra 2006/2007 sem perspectivas de melhores cenários. "Não temos como adivinhar quando a sojicultura será melhor. Temos que nos preparar para a possibilidade de o ano de 2007 ser igual a esses últimos dois anos. Se isso acontecer, a agricultura aqui [em São Gabriel do Oeste] vai registrar muita quebradeira", finalizou.

Como consequência das dificuldades dos produtores, os prestadores de serviços e o comércio do município sofrem com elevados índices de inadimplência nas empresas e torcem, assim como os agricultores, para que o ciclo de alta nas cotações da saca soja, iniciado nas últimas semanas, possa se manter e proporcionar o começo da recuperação do setor. Caso contrário, a próxima safra agrícola deve estampar nova quebra na produção, com significativa redução na área plantada, justamente em um município que se mantém como um dos maiores produtores de grãos de Mato Grosso do Sul.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink