Produtores ameaçam fazer greve à entrega do leite

Agronegócio

Produtores ameaçam fazer greve à entrega do leite

Eles impõem condições para que o abastecimento não sofra sérias perturbações
Por:
186 acessos
Os produtores de Leite impõem um conjunto de condições para que o abastecimento não sofra sérias perturbações.

Reunidos nesta segunda-feira (14) em Vila do Conde, filiados na Associação dos Produtores de Leite de Portugal decidiram dar dez dias ao Governo para que tome medidas que salvem o sector.

A mais urgente, diz o presidente da Associação, Carlos Neves, tem que ser o aumento de cinco cêntimos no preço do litro do leite.

“Foi aprovada uma moção em que nós defendemos o aumento do preço do leite em cinco cêntimos, a criação de um mecanismo permanente para ajustar o preço aos custos de produção e à valorização dos lacticínios”, explica.

Carlos Neves avisa que há “uma grande determinação dos produtores em levar esta luta para a frente”.

“Se não houver resposta no prazo de dez dias, os produtores estão disponíveis a tudo, em último caso, fazer greve à entrega do leite ou em concentrar-se à porta das fábricas de lacticínios até que se resolva a situação”, sublinha.

Para o presidente da Associação dos Produtores de Leite de Portugal, ou o preço ao produtor sobe ou a alternativa é “acabar com a produção de leite em Portugal”.

As exigências vão ser nesta quarta-feira (16) transmitidas pessoalmente ao ministro da Agricultura, António Serrano, com quem a Associação tem reunião marcada.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink