Produtores de algodão do Centro-Oeste adotarão código de barras
CI
Agronegócio

Produtores de algodão do Centro-Oeste adotarão código de barras

Por:

Os produtores de algodão do Centro-Oeste deverão adotar códigos de barras para a identificar seus fardos. Com o novo mecanismo, o algodão terá um histórico amplo, que incluirá informações do produtor, local e período da colheita e do beneficiamento.

O projeto está em fase de desenvolvimento, sob a coordenação da Ean Brasil, empresa que regulamenta a colocação dos códigos de barras, em parceria com a Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), e entrará em operação em 2004..

"O atual modelo de rastreabilidade da fibra é bem rudimentar. Os fardos são riscados com caneta, o que desperdiça parte da matéria-prima", diz Adriano Bronzatto, assessor de soluções de negócios da Ean. A mudança é uma exigência dos importadores.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.