Produtores de café do Espírito Santo podem renegociar dívida até o fim do ano

Agronegócio

Produtores de café do Espírito Santo podem renegociar dívida até o fim do ano

Medida do CMN beneficia cafeicultores afetados pela seca em municípios capixabas
Por:
209 acessos

Medida do CMN beneficia cafeicultores afetados pela seca em municípios capixabas

Os produtores de café do Espírito Santo têm até o dia 31 de dezembro deste ano para formalizar com as instituições financeiras a renegociação das dívidas decorrentes de adversidades climáticas, como estiagem e seca, nas safras 2015 e 2016.

A decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN)  atende solicitação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para as operações de custeio e de investimento destinadas à cultura de café.

A formalização da renegociação dos cafeicultores e de suas cooperativas de produção agropecuária deve ser realizada mediante apresentação de laudo técnico de comprovação das perdas. A medida autoriza também a emissão de laudo coletivo.

Confira aqui a resolução do CMN.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink