Produtores de grãos de MT poderão conhecer novidades no Show Rural Coopavel

Agronegócio

Produtores de grãos de MT poderão conhecer novidades no Show Rural Coopavel

Por:
1 acessos

O produtor que vai ao Show Rural Coopavel, de 31 de janeiro a 04 de fevereiro, em Cascavel (PR), terá a oportunidade de conhecer as novidades que o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) apresentará no evento. Haverá tecnologia e informação para todo mundo, do pecuarista ao produtor de grãos, que buscam alternativas para diversificar a produção e aumentar a renda da propriedade.

O grande destaque do Iapar no Show Rural 2005 são as plantas para obtenção de biodiesel com potencial para adaptação ao clima e solos do Paraná. "Ainda estamos estudando essas espécies, mas elas podem se consolidar como alternativas de renda para o produtor", afirma o pesquisador Nelson da Silva Fonseca Jr.

Cártamo, girassol, amendoim, mamona, canola e nabo-forrageiro são as oleaginosas em demonstração nesta unidade. O IAPAR montou uma vitrine de tecnologias para auxiliar o produtor a planejar o plantio da próxima safra. "A intenção é mostrar as alternativas para que o produtor possa se preparar bem", resume o pesquisador Luiz Alberto Cogrossi Campos.

O espaço contempla variedades e linhagens de trigo, triticale, centeio, aveia e cevada forrageira. Outra novidade do Iapar: espécies florestais para uso na propriedade com a finalidade de obter renda e, ainda, preservar o meio ambiente. O exemplo é o consórcio de seringueira com o cinamomo gigante, que permite aproveitar as boas características das duas espécies. A seringueira entra em produção aos sete anos após o plantio, e permite fazer a sangria do látex durante dez meses por ano.

De acordo com o pesquisador André Luis de Medeiros Ramos, o mercado de borracha natural é bastante promissor no Brasil. Com o cinamomo, o objetivo é a produção de madeira, muito apreciada pela indústria moveleira. É originário da Ásia, mas está plenamente adaptado no Brasil. Plantas com boa qualidade genética têm crescimento rápido e dão corte em 12 anos.

Há opções para todos os níveis de uso de tecnologia. Destaque para a variedade IPR 114 de milho, de alto potencial produtivo e boa tolerância ao acamamento. As sementes têm custo menor que os híbridos e podem até ser reutilizadas em novas safras (sempre lembrando que, para adotar essa prática, é preciso procurar orientação técnica). Quem gosta de saber as novidades não pode perder: o Iapar leva ao Show Rural cinco novas linhagens de milho que estão em fase final de avaliação para lançamento.

Os produtores de feijão poderão conhecer e avaliar três variedades recentemente lançadas: IPR Chopim (preto), IPR Colibri (carioca) e IPR Saracura (carioca). Todas com alto potencial de rendimento no campo, cozimento rápido e excelente teor de proteínas. Também serão apresentadas duas linhagens em fase final de avaliação para lançamento. O visitante poderá conferir o manejo de milheto com rolo-faca, trituradora de palhas e roçadeira. Também será possível avaliar a velocidade de decomposição do material no solo e a infestação de plantas daninhas.

Uma das maiores áreas no espaço do Iapar de alimentação animal. Lá, o criador poderá avaliar o desempenho dos capins Pioneiro, Tanzânia, Mombaça e Milênio (elevado potencial produtivo e tolerantes à cigarrinha das pastagens), as braquiárias Brizanta e Xaraés, opções de excelente valor nutritivo, e, ainda, os materiais do gênero cynodon: Coast Cross, Tifton 85 e Tifton 68. O Iapar também apresenta o pastejo rotacionado, onde o produtor vai conhecer as melhores práticas de manejo (da fertilidade do solo e da lotação de animais) e boas alternativas de cruzamento industrial nas condições do Paraná.

O visitante do Show Rural Coopavel poderá conhecer, em detalhes, materiais que aliam rusticidade, elevado potencial produtivo e qualidade de fibra do algodão, como as cultivares IPR 95, própria para sistema de colheita mecanizada; IPR 96, a mais plantada no Paraná e excelente para colheita manual e, ainda, a recém-lançada IPR 120, que se destaca pelo ótimo desempenho em solos argilosos em que há infestação de nematóide reniforme. De acordo com o pesquisador Wilson Paes de Almeida, esses materiais estão em demonstração pela abrangência que o Show Rural Coopavel alcançou.

"É uma oportunidade para que produtores e visitantes de grandes regiões produtoras de algodão, como o Paraguai e Mato Grosso , conheçam essas opções", afirma. É reconhecidamente uma boa opção de renda para propriedades que usam mão-de-obra familiar. De acordo com o pesquisador Rui Yamaoka, "o interesse pela atividade da sericultura vem crescendo na região Oeste, especialmente em Matelândia, Medianeira e em alguns municípios do entorno do lago de Itaipu".

Na área preparada pelo Iapar, o produtor vai conhecer 10 cultivares de amoreira e avaliar o sistema de plantio em ramas deitadas, que, em comparação ao método de estacas, apresenta maior eficiência no pegamento. Cultura de pequena propriedade e importante para os agricultores familiares, o Iapar apresenta as variedades de arroz IPR 117, Iapar 64 e a linhagem L 92-47, que está em fase de finalização. Todos os materiais são de grãos longos. No espaço do Iapar, o visitante ainda poderá visitar a área demonstrativa com variedades e linhagens promissoras de mandioca mesa e indústria e uma estação meteorológica com informações instantâneas de temperatura, umidade do ar e velocidade do vento.

Também haverá venda de publicações e comercialização de sementes das variedades do Instituto.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink