Produtores de soja da Bahia comemoram safra recorde
CI
Agronegócio

Produtores de soja da Bahia comemoram safra recorde

Por:

O agronegócio baiano está comemorando uma safra recorde de soja, enquanto há avaliações de uma queda de 10 milhões de toneladas nas outras áreas produtoras do país. As previsões são de uma colheita superior a 2,2 milhões de toneladas de grãos, no cerrado da Bahia, o que, se confirmado, colocará o Estado entre os maiores produtores de soja do Brasil.

O aumento da produtividade na região de Barreiras, maior fronteira agrícola do Nordeste, ocorreu devido ao controle da praga da ferrugem asiática (que atingiu 60% da safra passada) e a seleção de sementes mais bem adaptadas ao clima úmido do cerrado.

A ferrugem asiática, maior temor do produtor da região, foi combatida sem tréguas graças a um convênio firmando entre órgãos estaduais como a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), a Embrapa Soja e associações de produtores rurais.

Ao visitar ontem a Fazenda Colorado no município de Luiz Eduardo Magalhães, a 900 quilômetros de Salvador, que está colhendo a soja, o governador Paulo Souto (PFL) destacou o fato do Brasil viver uma revolução com o avanço do agronegócio, fundamental na melhoria da balança de pagamentos e nos índices de crescimento.

"Tudo isso é feito com o trabalho dos produtores, que estão mostrando ao Brasil a sua importância para que o País volte a crescer", declarou, lamentando, entretanto, a falta de cuidado do Planalto com a infra-estrutura do País. Ele destacou as queixas dos agricultores contra as condições das estradas federais que cortam o oeste baiano.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink