Produtores de Sorriso (MT) vão receber curso para evitar perdas na colheita

Agronegócio

Produtores de Sorriso (MT) vão receber curso para evitar perdas na colheita

Por:
2 acessos

Os produtores de Sorriso, no Mato Grosso, costumam perder boa parte da produção na época da colheita com as técnicas de manejo inadequadas. Para minimizar esse problema, estará sendo realizado nos dias 17 e 18 de janeiro um curso sobre "Os cuidados na colheita de grãos".

O curso será ministrado pelo Clube de Plantio Direto do Oeste Baiano, tendo como palestrantes: Ingbert e Klaus Dowich, Luiz Eduardo Magalhães e Nilton Scherer. As inscrições já estão sendo feitas na secretaria do Cat (Clube Amigos da Terra) de Sorriso.

O nível de produtividade das culturas em muitas regiões brasileiras, principalmente nas novas fronteiras agrícolas, está associada ao avanço tecnológico e à rentabilidade da aplicação de tecnologia nos sistemas de produção usados pelos agricultores. Por essa razão, as perdas por ocasião da colheita mecânica representam desperdício de energia investida no estabelecimento e na condução da cultura e podem representar percentagens consideráveis da quantidade de grãos produzidos.

A soja é colhida após a queda das folhas, com haste e vagens secas e com 14% de umidade nos grãos. Quando a produção é destinada ao fornecimento de sementes e colhida com um pouco mais de umidade. A colheita, geralmente a granel, é realizada por combinadas, que podem ser usadas também para outros cereais.

Uma combinada tem capacidade para colher, no mínimo, 200 hectares de soja no período de uma safra. O emprego de cultivares de ciclos diferentes amplia o período da colheita, permitindo maior aproveitamento das colhedeiras. Na colheita é normal haver perda de grãos, que, todavia, será pouco expressiva se alguns cuidados forem observados na condução da cultura e nas operações de colheita.

Para reduzir perdas na colheita é recomendável:

- usar cultivares adaptadas à região (de porte e altura de inserção da vagem satisfatórios, não sujeitas ao acamamento) e, pouco suscetíveis à debulha.

- fazer o plantio na época certa;

- preparar devidamente o solo;

- adubar convenientemente a cultura;

- observar a densidade de plantio recomendada;

- controlar ervas invasoras e pragas;

- colher na época certa, sem retardamento demasiado;

- regular corretamente a combinada;

As perdas podem ser restritas a um mínimo de 2%, porém falhas na condução da cultura e nas operações de colheita podem elevá-las a índices superiores a 20%.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink