Produtores optam por negociar milho ao invés da soja
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
NO SUL

Produtores optam por negociar milho ao invés da soja

O que movimenta o mercado do milho é a previsão do tempo com frente fria
Por: -Aline Merladete

No sul do Brasil, ocorre maior fixação de oferta, na medida em que o produtor tem optado por negociar milho em detrimento da soja.  Segundo  Thiago Carvalho, da Tarken, agritech brasileira, no estado do Rio Grande do Sul, o que movimenta o mercado do milho é a previsão do tempo com frente fria. A cotação Tarken em Porto Alegre aponta R$103 a saca e chega a R$90 em Não-Me-Toque.

Em Santa Catarina o mercado apresenta fluxo de negócios inexpressivo. Os vendedores têm pedidas entre R$105 a R$107 e compradores indicam entre R$102 a R$104 por saca.

No Paraná, o mercado também está lento, com a cotação Tarken apontando preços na faixa dos R$100 em Ponta Grossa, Chapecó e Videira.

Já em São Paulo, colheitas avançam, e mercado obedece a pressão de venda pelo produtor. As colheitas vão avançando, na medida em que os produtores decidem vender o milho no lugar da soja. Conforme a Carvalho, nesse ritmo, o mercado obedece a pressão de venda pelo produtor.

A cotação Tarken aponta aumento dos preços, com referencial Campinas a R$102 a saca. Para o final de semana é esperada chuva no estado.

.A análise é de Thiago Carvalho, da Tarken, agritech brasileira que oferece um marketplace para trading de grãos*

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.