Produtores participam de dia de campo sobre a colheita da canola
CI
Agronegócio

Produtores participam de dia de campo sobre a colheita da canola

Colheita deve se estender até o final do mês
Por:
Colheita deve se estender até o final do mês

Na tarde da última quinta-feira (18), foi realizado dia de campo de colheita de canola, na fazenda Aldebaran, em Carazinho, promovido pela BSBIOS em parceria com a Nutriagro. Estiveram presentes produtores, pesquisadores, técnicos e engenheiros agrônomos.


A finalidade do encontro foi disseminar conhecimento a respeito da cultura e das técnicas de colheitas empregadas na lavoura. Foi um espaço que proporcionou debates e integração dos presentes.

O Gerente de Tecnologia Agrícola da BSBIOS, engenheiro agrônomo Fábio Junior Benin destaca que este é um importante momento para tirar dúvidas de quem ainda não planta canola e apresentar os resultados da safra, já que a colheita está se encaminhando para a fase final.

“A canola é uma cultura relativamente nova para alguns produtores, mas que está se estabelecendo no sul do país para ficar graças ao trabalho que a indústria de biodiesel tem feito, garantindo mercado para os grãos, prestando assistência técnica e contribuindo para o desenvolvimento da cultura,” pontuou Benin.


O representante da Nutriagro e produtor rural Glênio Guimarães relatou que mesmo a lavoura tendo passado por estiagem e geada terá um bom resultado. “A canola reagiu bem às intempéries e conseguiu se estabelecer na lavoura de forma adequada, em 37 hectares obtive em torno de 25 sacas/ha,” contou Guimarães. Ele ainda salientou que acompanhou outras lavouras como a de Otto Gerhardt, onde a média ficou em 28 sacos/ha.

O representante da Syngenta Eduardo Graeff destacou que a empresa está registrando produtos para a canola, pois acredita que a cultura tem potencial de estar presente em todo o país. “Estamos empolgados com a oleaginosa, pois ela vem apresentando ótimos benefícios para as lavouras, por ser uma cultura de rotação observamos um fator importante, ela realiza um controle cultural de plantas resistentes,” frisou Graeff.


Da mesma forma a Embrapa também irá iniciar no próximo ano investimentos maciço em pesquisa. A entidade estará disponibilizando dez pesquisadores em nove áreas de pesquisa, que se estendem desde o centro-sul até o sul do país, relatou o pesquisador da Embrapa-Trigo Paulo Ferreira.

A canola é uma oleaginosa de inverno, de acordo com o zoneamento agroclimático o período de plantio na região sul inicia na segunda quinzena de Abril e se estende até final de Junho e, a colheita acontece de final do mês de Setembro à final de Outubro. Ela se encaixa perfeitamente no sistema de rotação de culturas para produção de grãos, constituindo excelente opção de cultivo na região Sul, por reduzir problemas fitossanitários e beneficiar a produtividade das culturas subsequentes. Os grãos produzidos no Brasil possuem em torno de 24 a 27% de proteína e de 34 a 40% de óleo.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink