Produtores se revoltam com demora na votação do código florestal

Agronegócio

Produtores se revoltam com demora na votação do código florestal

Sojicultor diz que entrave para aprovação do projeto é a força que tem os organismos internacionais
Por:
1522 acessos
Em Sorriso, uma das regiões que mais produz grãos em Mato Grosso o clima é tenso sobre o adiamento da votação do Novo Código Florestal. A votação estava prevista para ontem.

Por outro lado, o novo relatório é visto com bons olhos por alguns especialistas. “De certo modo é muito satisfatório o texto que deve ser votado na próxima semana. Mas eu ainda esperava mais”, disse Diógenes Oliveira, engenheiro ambiental que mais de dez anos atua na área.


Diógenes diz que um outro dilema vivido pelos agricultores está a cerca do Zoneamento Sócio Econômico e Ambiental do Estado. “O produtor até quer se regularizar, mas quando os processos chegam à Secretaria de Meio Ambiente é preciso pelo menos quatro meses para sair a aprovação”, salientou o engenheiro.


Caso o projeto não esteja aprovado, os sojicultores não conseguem financiamento para custear a lavoura. Na safra passada foram cultivados 620 mil hectares de soja em Sorriso e mais de dois milhões de hectares no Estado.

Seu Darci Ferrarini é agricultor e em sua fazenda encontramos uma das áreas mais preservadas da região norte do Estado. Fomos conhecer o lugar e lá é um verdadeiro paraíso verde. Segundo o sojicultor, o grande entrave para aprovação do projeto é a força que tem organismos internacionais. “Existem lugares da Amazônia que para você entrar é preciso falar inglês!”, denuncia ele.


A votação do Novo Código Florestal devia ter acontecido ontem quarta feira(04), mas foi adiada para o próximo dia 10.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink