Treinamento

Programa Aplique Bem leva treinamento gratuito sobre defensivos agrícolas a produtores do Circuito das Frutas

Iniciativa para uso seguro de defensivos agrícolas une Instituto Agronômico, prefeitura da cidade de Jundiaí e a Arysta LifeScience
Por:
76 acessos

A coordenação do programa Aplique Bem divulga na Agrishow uma boa notícia para agricultores do polo conhecido como Circuito das Frutas, situado na região de Jundiaí (SP). A partir do mês de junho próximo, aquela área passa a ser atendida por treinamentos e sessões de pesquisa participativa com ênfase na aplicação segura de defensivos agrícolas ou agrotóxicos. A iniciativa, gratuita, recebe apoio da prefeitura de Jundiaí e de agricultores locais.

Liderado pelo Centro de Engenharia e Automação do Instituto Agronômico (CEA/IAC) de Jundiaí, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, e financiado pela empresa americana Arysta LifeScience, o Aplique Bem mobiliza engenheiros agrônomos especialistas em tecnologia para controle de pragas, doenças e plantas daninhas. O programa difunde práticas indicadas ao manejo sustentável de defensivos, dentro e fora do Brasil.

De acordo com o coordenador do Aplique Bem, o pesquisador científico Hamilton Ramos, do CEA-IAC, nos próximos dias um grupo de agricultores do Circuito das Frutas se une aos agrônomos do programa com o objetivo de promover a melhora na qualidade das pulverizações agrícolas realizadas na fruticultura regional.

Ramos assinala que a equipe do Aplique Bem fará auditorias em pulverizadores e nos sistemas de aplicação de defensivos utilizados nas propriedades participantes do programa. “Proporemos ainda medidas que tragam aumento na segurança do trabalho rural e reduzam custos das operações de pulverização”, ressalta o pesquisador.

Durante a safra de frutas, acrescenta ele, cada produtor participante do trabalho reservará uma área para testar técnicas de pulverização, seguindo o conceito de Pesquisa Participativa. Nesse modelo, o agricultor atua como membro da equipe de estudos. “Ele ficará responsável por fazer as aplicações seguindo técnicas debatidas com a equipe Aplique Bem. Depois, irá comparar o resultado obtido nessa lavoura experimental ao de áreas da propriedade tratadas com base em métodos tradicionais de pulverização.”

Ainda de acordo com o pesquisador, após a safra de frutas, tendo à mão dados comparativos consolidados sobre cada propriedade envolvida no projeto de pesquisa participativa, agricultores e agrônomos do Aplique Bem organizarão eventos no formato ‘dias de campo’. Nesses encontros, serão compartilhados com outros produtores do Circuito das Frutas os principais resultados do trabalho conjunto, bem como as técnicas mais indicadas ao controle de pragas, doenças e plantas daninhas na fruticultura regional.

Para a Arysta LifeScience, patrocinadora do Aplique Bem Circuito das Frutas, a execução do projeto demonstra o comprometimento da empresa com as melhores práticas na aplicação de defensivos agrícolas. A direção da companhia acredita ainda que ao levar conhecimento e inovação às pequenas e médias propriedades, a Arysta contribui para elevar a já reconhecida qualidade da produção de frutas da região de Jundiaí.

O Circuito das Frutas reúne 10 municípios com tradição na fruticultura de mesa, principalmente uva, caqui, figo, goiaba, morango, acerola, ameixa e pêssego. Formado por pequenas propriedades, o polo responde por 40% da produção nacional de frutas e compreende os municípios de Atibaia, Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jarinu, Louveira, Morungaba, Valinhos e Vinhedo, além de Jundiaí.

“Jundiaí é ponto de partida para que no próximo ano o Aplique Bem estenda a outras cidades do Circuito das Frutas o trabalho de pesquisa participativa”, conclui Hamilton Ramos.

Destinado a pequenos, médios e grandes produtores rurais, o programa Aplique Bem completa 11 anos de atividades em 2018. Até o mês de dezembro próximo, estão previstos mais de 300 eventos do programa, para quase 5 mil participantes. Totalmente gratuito e desvinculado de produtos ou marcas comerciais, o Aplique Bem já percorreu 22 estados brasileiros e países como Burkina Faso, Costa do Marfim, Colômbia, Gana, Mali, México e Vietnã.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink