Programa levará tecnologia 4.0 ao campo
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,200 (0,72%)
| Dólar (compra) R$ 5,63 (0,59%)

Imagem: Pixabay

INICIATIVA

Programa levará tecnologia 4.0 ao campo

Por meio de um edital serão contemplados 14 projetos de empresas do setor voltadas para ofertar tecnologia
Por: -Eliza Maliszewski
1150 acessos

O Brasil terá um programa que levará tecnologias 4.0 para o agronegócio. Serão investidos R$ 4,8 milhões em 14 projetos pilotos de adoção e de difusão. O edital foi lançado por uma live na tarde desta quinta-feira (3) pelos Ministérios da Agricultura, da Economia e da Ciência e Tecnologia e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

O objetivo do projeto é estimular o uso das tecnologias no campo, com foco em aumento de eficiência e produtividade e reduzir os custos do setor. “Todos os dias temos o desafio de produzir mais, melhor e com menos custo. Um desses fatores é a conectividade para que as propriedades tenham serviço de qualidade e possam tirar o máximo da tecnologia”, assinalou o presidente da Frente Parlamentar do Agronegócio, deputado Alceu Moreira (MDB/RS).

As empresas usuárias de tecnologias 4.0 do setor produtivo, especialmente, produtores rurais e agroindústrias, que irão realizar a adoção de tecnologias 4.0 em suas unidades, fazendas ou plantas podem fazer a inscrição até 26 de setembro. A modalidade de concurso vai contemplar 4 categorias: insumos (fertilizantes, defensivos, rações, máquinas e equipamentos); primário (agricultura, pecuária, pesca, aquicultura); secundário (fabricação de produtos alimentícios); e integração de segmentos, incluindo segmento terciário (integração de elos da cadeia - abrangendo serviços de tecnologia da informação e comunicação, logística, entre outros). “O agro 4.0 é isso. Não inicia nem termina fora e dentro da porteira. É uma integração”, definiu Igor Calvet, presidente da ABDI. 

Para o diretor do Departamento de Apoio à Inovação para a Agropecuária do Mapa, Cleber Soares, o momento da pandemia estimula o segmento de tecnologia e esse é um dos objetivos do Mapa. A agricultura digital fortalece o setor e, segundo ele, não há duvida de que este segmento vai alavancar o Brasil para o mundo. "Essa iniciativa visa estimular o ambiente de inovação digital no agronegócio por meio de soluções práticas e aplicadas às cadeias de valor nos segmentos dentro e fora da porteira, como também em ecossistema de cadeias produtivas”, avalia. 

O edital pode ser acessado aqui
 

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink