Programa Semeando completa 10 anos em MG

Agronegócio

Programa Semeando completa 10 anos em MG

O objetivo é mostrar às crianças e aos jovens os valores, a cultura e o papel da agricultura e da pecuária
Por:
2129 acessos
O Programa Semeando, maior programa de Educação Ambiental em Minas Gerais, voltado para crianças e adolescentes, completa em 2010 uma década de realização ininterrupta. E para comemorar, em 30 de novembro, as entidades realizadoras do Programa, a FAEMG (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais e o SENAR MINAS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), realizam em Belo Horizonte uma grande festa para a premiação dos alunos e professores vencedores dos concursos de Desenho, Redação e Experiências Pedagógicas. Serão 112 alunos e professores premiados com notebooks e valores em dinheiro. Neste ano, o concurso recebeu 13.900 trabalhos com o tema Integração Campo-Cidade. A proposta foi valorizar os aspectos culturais de Minas, com foco na vida do homem do campo, seus valores, sua relação com a natureza, as diferentes culturas e os produtos que dão vida aos centros urbanos.

Janelas de conhecimento - O Semeando conta com a participação de cerca de 3 milhões de alunos e 150 mil professores do ensino fundamental de escolas públicas municipais e estaduais de todo o Estado. Presente em praticamente todos os municípios mineiros, o Semeando vem permitindo aos estudantes descortinarem uma nova janela de conhecimentos. Desde a sua criação, o objetivo é mostrar às crianças e aos jovens os valores, a cultura e o papel da agricultura e da pecuária para o abastecimento e sobrevivência das pessoas no campo e nas cidades. Dessa forma, os estudantes se debruçaram sobre temas como a origem dos alimentos, a importância da água e as riquezas do solo. Com o crescimento e adesão de novas escolas, o Programa foi enriquecendo seu conteúdo incluindo temas como o meio ambiente e as práticas sustentáveis para o futuro da população mundial, segurança alimentar, ética e cidadania, entre outros.

No decorrer do ano alunos e professores realizam diversas atividades nas escolas e nas comunidades, colocando em prática o aprendizado. Os melhores trabalhos são premiados ao final de cada ano, com o objetivo de valorizar os novos conhecimentos.

Hortas medicinais – Das experiências com o Semeando surgem ações práticas como a vivenciada neste ano pela professora Aline Cristina Silva Modesto, da Escola Municipal Clemente de Souza Franco, de Conselheiro Pena. A professora levou os alunos para conhecerem de perto a vida no campo com visitas a fazenda e sítio. Com as frutas que os alunos trouxeram da fazenda foram produzidos sucos e doces comercializados na feira de produtores da cidade. No preparo dos doces e dos sucos os alunos conheceram mais sobre as práticas de acondicionamento e higienização, necessárias à manipulação dos alimentos.

Nas edições anteriores, muita riqueza nos trabalhos como a produção de sabão utilizando óleo de cozinha já usado, produção de sacolas com retalhos em substituição às sacolas plásticas, plantio de hortas medicinais e mutirões para limpeza de áreas ribeirinhas, entre muitos outros.

Participação da sociedade - Todo o esforço do Semeando tem o objetivo de contribuir para a formação de crianças e jovens em adultos conscientes do valor do campo para as cidades e dos valores da ética e da cidadania na vida cotidiana, aliada a práticas de respeito com as pessoas e o meio ambiente.

A coordenadora do Programa, Vânia Ferreira de Melo, argumenta que o saldo do Semeando pode ser medido não só pelo trabalho junto aos alunos e professores, mas por alcançar toda a comunidade incluindo as famílias, a própria escola, a comunidade local, os órgãos públicos e os empresários, como se verifica ao longo dos anos, nos trabalhos relatados e que concorrem à premiação. “Os conhecimentos obtidos no estudo dos temas extrapolam os muros das escolas em atividades que envolvem toda a comunidade”, diz.

O Programa Semeando tem a parceria do Sebrae-MG, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Sistema Sicoob Crediminas, CBMM, Bunge e Dow AgroSciences. O Programa tem o apoio do governo de Minas e das prefeituras municipais.
 
As informações são da assessoria de imprensa da FAEMG - (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais).
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink