Programa Soja Plus será expandido para outras culturas
CI
Imagem: Marcel Oliveira
AGRONEGÓCIO

Programa Soja Plus será expandido para outras culturas

Iniciativa que presta assistência técnica a produtores chega para trigo, milho, cana, café e pecuária
Por: -Eliza Maliszewski

O Programa Soja Plus, desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE) e parceiros, completou uma década. A iniciativa está presente em sete grandes estados produtores de soja e se consolida como o maior programa privado de assistência técnica agrícola do país.

Nesse período já foram atendidos mais de oito mil produtores rurais, 3.200 propriedades, 3,9 milhões de hectares de soja, demandando um investimento de R$ 35 milhões, ou mais de R$ 3 milhões por ano. Recebem a consultoria Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Bahia, Goiás, Piauí e Maranhão. Os dados foram apresentados em uma coletiva de imprensa nesta quinta-feira (2). 

O programa conta com 180 indicadores que auxiliam o produtor de soja a atingir bons resultados na lavoura, na gestão e metas ambientais. Os aspectos avaliados vão desde qualidade do produto, responsabilidade social, viabilidade econômica, melhores práticas de produção e qualidade de vida, além disso, analisa e diagnostica as necessidades dos empreendimentos rurais.

Segundo o gerente de sustentabilidade da ABIOVE, Bernardo Pires, na década de atuação foram notados mais pontos positivos do que dificuldades. “Sempre tivemos boa recepção dos produtores e bons resultados atingidos nas lavouras. Eles conseguiram produzir dentro de normas ambientais e resolver conflitos de convivência com comunidades vizinhas, como indígenas, por exemplo, e isso reflete nos resultados”, explica.

Avanço para o Agro Plus

Agora a novidade é que o programa vai avançar com a consultoria para outras culturas. Inicialmente também passam a ser atendidos trigo, milho, cana-de-açúcar, café e pecuária. “Mas temos suporte para atender a demanda de todas as culturas”, pontua Pires.

A decisão de expandir a iniciativa veio dos próprios produtores diante da expansão do agronegócio brasileiro. O objetivo da entidade é triplicar o número de atendimentos de três a cinco anos. A ideia é também aumentar o número de parceiros. Atualmente integram grandes trades como ADM, LDC, Bunge, Cargill, Amaggi e Cofco, além de instituições de pesquisa e entidades representativas dos produtores como Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul (FAMASUL), Associação dos Produtores rurais e Irrigantes do Noroeste de Minas Gerais (Irriganor), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG) e a Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA).


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.