Projeto água

Projeto Água é realizado em escola de Giruá

É preciso da conscientização dos que realizam pesca no rio Tumurupará para a preservação e principalmente em manter os peixes pequenos no rio
Por:
25 acessos

Reconhecendo a importância da água para a vida de todos os seres do planeta e a iminente diminuição do recurso ao longo do tempo, devido a problemas como assoreamento dos rios, poluição e desperdício, foi desenvolvido na Escola Municipal de Educação Infantil Governador Leonel de Moura Brizola, no município de Giruá, o projeto com tema Água, visando sensibilizar e conscientizar as crianças da faixa etária de 2 a 4 anos, atentando para o uso racional da água, como forma de garantir uma fonte futura e desenvolver nos alunos postura participativa, exercício da cidadania, que busca preservar o meio-ambiente e valorizar sua vida.

No decorrer do projeto inúmeras ações foram desenvolvidas, em destaque as atividades de conscientização, visita à Corsan, nesta quarta-feira (19/04), em parceria com o escritório local da Emater/RS-Ascar, com a liberação de peixes nativos dos nossos rios, doados pela Piscicultura Andreghetto, de Ajuricaba, no Rio Tumurupará. Foram liberados para o rio cerca de 400 peixes das espécies jundiá, grumatã e lambari, criados em cativeiro, mas nativos dos nossos rios. 

A soltura de peixes no rio é importante, mas precisa da compreensão do cidadão que pesca, pois estes animais precisam ficar grandes para entrar em período reprodutivo, explica o engenheiro agrônomo Antônio Jung, assim sempre teremos peixes no rio. É preciso da conscientização dos que realizam pesca no rio Tumurupará para a preservação e principalmente em manter os peixes pequenos no rio.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink