Projeto da Famato incentiva permanência de jovens no campo em MT
CI
Agronegócio

Projeto da Famato incentiva permanência de jovens no campo em MT

Projeto Futuros Produtores do Brasil
Por:
A permanência dos jovens, filhos de produtores rurais, no campo é um tema que vem ganhando foco na agropecuária brasileira. De acordo com dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população jovem rural, com idade entre 20 e 29 anos, em Mato Grosso é de 89.070 pessoas. Este número é 11% inferior em relação ao Censo de 1996, quando o total de jovens no campo somava 100.476 pessoas. Preocupada com essa redução da participação dos jovens no agronegócio e com o objetivo de despertar neles a paixão pelo setor, a Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) criou o projeto Futuros Produtores do Brasil. O público alvo são filhos de produtores rurais e empresários ligados aos segmentos do agronegócio.


Até setembro deste ano serão realizados quatro encontros que abordarão o cenário do agronegócio, pecuária e gestão profissional. O primeiro será dia 25 de maio, na fazenda Filadélfia, do Grupo Bom Futuro, em Campo Verde. O segundo encontro ocorrerá na fazenda Capão de Angico, do produtor Mário Candia, em Poconé, dia 29 de junho. Em seguida, dia 27 de julho, os jovens conhecerão a fazenda Gamada, do produtor Mário Wolf, em Nova Canaã do Norte. E, por último, a visita será na Bolsa de Valores de São Paulo, dia 06 de setembro, onde os participantes conhecerão sobre o mercado de commodities e terão noções de educação financeira e informações sobre como funcionam as exportações.

Segundo o diretor executivo da Famato, Seneri Paludo, atualmente o jovem rural tem nas cidades do interior mais possibilidades de estudo e de trabalho. "Precisamos nos preocupar com o futuro do agronegócio no país. A ideia do projeto é despertar nos jovens a paixão pela agropecuária e motivá-los a dar continuidade aos negócios da família, pois eles serão os futuros herdeiros e precisam saber lidar com o mercado e o cotidiano de uma propriedade rural", frisa Paludo.


Vindo de uma família de agricultores, o estudante Matheus Lenz, filho do produtor rural e presidente do Sindicato Rural de Sorriso, Láercio Lenz, sonha em seguir o exemplo do irmão mais velho: ser engenheiro agrônomo e ajudar o pai na condução da propriedade da família. O jovem de 18 anos cursa o terceiro ano do ensino médio e já se prepara para o vestibular. "Quero ajudar meu pai na propriedade assim como meu irmão mais velho já faz. Por isso sei que participar do projeto Futuros Produtores do Brasil vai me dar muitas informações que poderei compartilhar com meu irmão e com meu pai", comenta o estudante.

Segundo o pai de Matheus, Láercio Lenz, a iniciativa do projeto é bastante válida. "Assim que soube do programa quis inscrever o Matheus. Creio que será de grande valia para que ele se prepare cada vez mais para me ajudar nos negócios. Iniciativas como esta da Famato são de suma importância para nos ajudar a incentivar o interesse de nossos filhos pelo nosso trabalho no campo", afirma Lenz.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.