Promoção do suco de uva brasileiro terá investimento de R$ 1,7 milhão

Agronegócio

Promoção do suco de uva brasileiro terá investimento de R$ 1,7 milhão

Investimento faz parte do Programa de Desenvolvimento Setorial firmado nesta terça-feira, entre o Ibravin e Ibraf
Por: -Janice
254 acessos

A promoção do suco de uva no Brasil e no mundo receberá R$ 1,7 milhão em ações que serão realizadas de agosto deste ano a fevereiro de 2010. O investimento faz parte do Programa de Desenvolvimento Setorial do Suco de Uva, firmado nesta terça-feira (28), em Bento Gonçalves (RS), entre o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e o Instituto Brasileiro da Fruta (Ibraf), em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e apoio do Sebrae e do governo do Estado do Rio Grande do Sul. A parceria abrange os estabelecimentos vinícolas que elaboram sucos de uva natural e integral nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Pernambuco e Bahia.

“O projeto divulgará os produtos prontos para beber, com maior valor agregado para os produtores, e padrão de qualidade superior aos consumidores, com benefícios para a saúde”, afirmou o presidente do Conselho do Ibravin, Denis Debiasi. O suco de uva natural e integral possui 100% de uva, ao contrário dos refrescos, que a têm apenas 10% de uva e os néctares, que possuem até 30% de uva na sua elaboração. Os polifenóis, que combatem os radicais livres, estão amplamente presentes no suco de uva. “Nosso público alvo são as pessoas que desejam alimentos naturais e gostosos para uma vida saudável e divertida”, observou o diretor-executivo do Ibravin, Carlos Raimundo Paviani.

O presidente do Ibraf, Moacyr Saraiva Fernandes, disse que hoje há uma grande confusão no mercado, com falta de informações generalizadas e misturadas para o consumidor. “Necessitamos informar as pessoas sobre o que é suco natural de fruta, diferenciando-os de produtos assemelhados, e deixando a decisão de compra para os consumidores”, destacou. “Precisamos estabelecer a correta identificação dos produtos”.

Ações programadas
No Brasil, haverá a participação na Fruit&Log, de 8 a 10 de setembro, em São Paulo. Também serão desenvolvidas atividades de capacitação em Boas Práticas de Fabricação e degustações em ponto de venda.

No mundo, a divulgação do suco de uva brasileiro será feita em três feiras internacionais. Na Asia Fruit Logistica, de 2 a 4 de setembro, em Hong Kong, na China; na Fruit Logistica 2010, de 3 a 5 de fevereiro, em Berlim, Alemanha, e na Gulfood 2010, de 21 a 24 de fevereiro, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Também será realizada prospecção de mercado em dois países, no Canadá e na China. As ações ainda prevêem duas edições do Projeto Comprador, com rodadas de negócios com compradores nacionais e internacionais na Fruit&Log, em São Paulo, e na Frutal Cone Sul, de 5 a 7 de novembro, em Bento Gonçalves.

O Ibravin e o Ibraf ainda organizarão visitas de jornalistas internacionais para conhecer a cadeia produtiva do suco de uva no Brasil, no chamado Projeto Imagem, e desenvolverão a iniciativa “Turismo Saudável”, uma degustação de frutas e sucos para pilotos e formadores de opinião durante o Grande Prêmio de Fórmula 1, de 16 a 18 de outubro em São Paulo.

A parceria entre as instituições prevê a elaboração de materiais promocionais, catálogo, banner, email marketing, web rádio, programas em português e inglês, além de um CD informativo a ser distribuído para compradores internacionais e formadores de opinião.

Mensagem da governadora

A governadora Yeda Crusius mandou uma mensagem em vídeo, celebrando a parceria. “Essa cooperação vem ao encontro daquilo que queremos para o Rio Grande do Sul, a conquista do sucesso e desenvolvimento através de parcerias”, disse.

“Sabemos da importância deste setor para o Estado, por isso, já no nosso primeiro ano de governo aprovamos uma lei que repassa 25% do Fundovitis diretamente para o Ibravin promover o vinho, o espumante e o suco de uva brasileiro, que tem 90% da produção situada no nosso Estado. Atendemos assim uma reivindicação histórica do setor, com aprovação unânime dos deputados”.

A governadora também lembrou da ampliação de recursos, por parte da Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Assuntos Internacionais (Sedai) para participação em feiras nacionais e internacionais. “Na semana passada, assinamos com o governo de São Paulo um projeto de substituição tributária, incluindo o vinho, dando as mesmas condições para os produtos importados e nacionais”, ressaltou. As informações são da assessoria de imprensa do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink