Prorrogada vacinação contra aftosa no Rio Grande do Sul

Agronegócio

Prorrogada vacinação contra aftosa no Rio Grande do Sul

Campanha foi estendida até o dia 10 de dezembro
Por:
1362 acessos

Devido à problemas de logística na chegada das vacinas contra a febre aftosa aos produtores rurais gaúchos, a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Agronegócio (Seappa) solicitou prorrogação da campanha de imunização que terminaria nesta terça-feira (30). O pedido foi aprovado pelo Ministério da Agricultura (Mapa), a quem cabe a competência, conforme explica o secretário Gilmar Tietböhl. A prorrogação leva a campanha de vacinação até o dia 10 de dezembro.

Dirigida ao rebanho jovem de até 24 meses de idade, esta etapa da vacinação deve alcançar aproximadamente 5,5 milhões de animais, somando os dos criadores enquadrados no Pronaf, com até 50 cabeças, e que recebem as doses de graça do Governo do Estado, e dos demais produtores que devem comprar as doses nas casas veterinárias. Para esta fase, o Governo estadual adquiriu 1,45 milhão de doses para distribuição.

Segundo Tietböhl, embora nem todos os municípios tenham sofrido com atrasos na entrega das vacinas, "tivemos necessidade de tal pedido a fim de bem atender a todos os nossos produtores rurais e, mais importante, podermos cumprir com a meta vacinal adequada e desejada".

No âmbito da Regional de Porto Alegre, por exemplo, de Santa Maria do Herval até Tapes (e outros 36 municípios), a imunização já atingiu 90% do rebanho. Também a Regional de Erechim encerrou a vacinação, restando pouquíssimas áreas a serem concluídas.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink