Protagonismo feminino no agronegócio

Elas no Campo

Protagonismo feminino no agronegócio

Evento tem como intuito oferecer conteúdo de ponta sobre Gestão e Governança
Por:
28 acessos

A última década não trouxe apenas aumento na produtividade e avanços no uso da tecnologia em campo. Este, por sua vez, também ficou mais feminino. As mulheres estão cada vez mais presentes nos diferentes elos da cadeia do agronegócio. Tanto que Mato Grosso irá contar com a primeira edição do “Encontro Elas no Campo 2018”, que será realizado no dia 15 de junho, em Cuiabá.

Sob o tema “Desenvolvendo Líderes para o Futuro”, o evento tem como intuito oferecer conteúdo de ponta sobre Gestão e Governança, bem como proporcionar o intercâmbio de conhecimento e experiências entre as participantes.

Conforme explica a diretora executiva do Grupo Valure, a coach e mentora de gestão Lorena Lacerda, o encontro – que tem como foco reunir mulheres gestoras e empresárias do segmento do agronegócio – contará com especialistas e profissionais de renome na área para palestras, rodas de debate e apresentação de cases de sucesso.

O protagonismo feminino na Gestão e Governança dos negócios tem sido tema recorrente de discussão e análise dentro do processo de estimulo à maior imersão das mesmas “O protagonismo feminino na Gestão e Governança dos negócios tem sido tema recorrente de discussão e análise dentro do processo de estimulo à maior imersão das mesmas. O ‘Elas no Campo’ é pensado justamente para proporcionar uma experiência única de aprendizagem e aprimoramento contínuo”, destaca.

Panorama

Segundo dados de uma pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), que antecede o Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), uma em cada três propriedades rurais no país possui mulheres em cargos de comando. Há cinco anos, elas representavam apenas 10%.

O estudo ressalta que, quando não são as principais responsáveis pelas propriedades, elas atuam como administradoras, dividem as atividades com alguém da família ou estão sendo preparadas para assumir essas funções. O levantamento foi realizado ao longo de 2017 com 2.090 agricultores e 717 pecuaristas de 15 Estados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink