Publicação mostra por que o tabaco é destaque no País

Agronegócio

Publicação mostra por que o tabaco é destaque no País

Em milhares de pequenas propriedades do Sul do Brasil, produtores estão diretamente envolvidos na colheita da safra 2010/11
Por:
888 acessos
Em milhares de pequenas propriedades do Sul do Brasil, produtores estão diretamente envolvidos na colheita da safra 2010/11 de tabaco. Um dos seis principais produtos do agronegócio na pauta das exportações nacionais, as folhas garantem ocupação e renda para cerca de 2,5 milhões de pessoas. E é para dar a dimensão exata dessa imensa cadeia produtiva que a Editora Gazeta, braço da Gazeta Grupo de Comunicações, lança hoje, em reunião-almoço para convidados no Santa Cruz Country Club, pelo 14ª ano consecutivo, o Anuário Brasileiro do Tabaco 2010.

Em 160 páginas, com textos em português e inglês e com uma centena de fotografias exclusivas das diversas regiões produtoras nos três estados do Sul e também na Bahia, a publicação atualiza as informações relacionadas à produção e aos mercados do tabaco no Brasil e no mundo. Durante mais de dois meses, jornalistas estiveram em contato com lideranças do setor e com autoridades públicas e privadas, a fim de dimensionar a importância da atividade no que tange à geração de renda e sustentabilidade.

O Anuário salienta, por exemplo, que o tabaco não apenas é imbatível como fonte de receita nas pequenas propriedades, condição que fica cada vez mais evidente. Mais do que isso, ele é quase a garantia de investimentos em centenas de pequenos municípios, chegando a representar, em alguns, mais de 60% do retorno de ICMS. A partir de hoje, a publicação passa a circular dentro e fora do País, com distribuição junto a formadores de opinião, empresários, traders, autoridades, importadores e demais tomadores de decisão.

PALESTRA

Para marcar de maneira ainda mais efetiva o lançamento, a confraternização contará com palestra a ser proferida por Luiz Antonio Pinazza, diretor da Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), com sede em São Paulo. Consultor renomado, Pinazza vem a Santa Cruz exclusivamente para analisar o momento atual da economia e a conjuntura de 2011 nos mercados nacional e internacional do agronegócio.

Além de sua atuação na Abag desde 2003 e de sua presença constante em praticamente todas as regiões do Brasil, como convidado em eventos, Pinazza, agrônomo pela Esalq/USP e com especializações em Harvard, é editor da revista Agroanalysis, da Fundação Getúlio Vargas.

Isso é tabaco

•• O Brasil é o segundo maior produtor mundial de tabaco, com colheita de 778.820 toneladas na safra 2008/09; a China, maior produtora, colheu 2.229.920 toneladas no mesmo ciclo.

•• O Brasil é desde 1993 o maior exportador mundial de folhas de tabaco, embarcando 85% do que colhe, ou seja, 674 mil toneladas em 2009.

•• O tabaco envolveu 222.110 famílias de produtores no Brasil na safra 2009/10, 185.160 delas só na região Sul.

•• As exportações de tabaco em folha proporcionaram R$ 5,9 milhões em receita em 2009, o que coloca o produto como sexto mais importante na balança do agronegócio brasileiro.

•• A cadeia do tabaco no Brasil, com seus negócios, motivou faturamento geral de R$ 16,994 bilhões em 2009.

•• 49,7% dessa receita, o equivalente a R$ 8,426 bilhões, foi recolhida pelo governo sob a forma de tributos; a indústria ficou com R$ 3,027 bilhões e os produtores, com R$ 5,557 bilhões.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink