Qualidade dá prêmio ao café do Paraná

Agronegócio

Qualidade dá prêmio ao café do Paraná

Graças às pesquisas do Iapar, o Estado ficou com o 1.º e 3.º lugar nas categorias Café Natural e Cereja Descascado
Por: -Redação
1 acessos

Um grupo de produtores de café premiados nacionalmente em concurso realizado em Vitória, no Espírito Santo, homenageou nessa segunda-feira (04-12) o governador em exercício Orlando Pessuti pelo apoio e incentivo do Governo na retomada da produção de café com qualidade no Paraná. Segundo eles, que se reuniram com Pessuti no Palácio Iguaçu, graças às pesquisas desenvolvidas pelo Iapar (Instituto Agronômico do Paraná), o Estado ficou com o 1.º e 3.º lugar nas categorias Café Natural e Cereja Descascado.

No concurso, o Paraná foi representado pelos produtores Valtamir Mezzomo, de Salto Itararé, e Fábio Dória Scatolin, primeiro na categoria Café Natural e terceiro na Cereja Descascado, respectivamente.

Ambos foram escolhidos na etapa 2006 do projeto Café Qualidade Paraná, desenvolvido pelo Governo do Estado em parceria com a Câmara Setorial do Café e entidades ligadas ao setor. “Importante que a gente pudesse estar aqui hoje também para relembrar que a cafeicultura significou muito para o Estado em termos econômico e de colonização”, afirmou o governador.

De acordo com Pessuti, o Paraná tem uma história bonita com o café. “Em 1962 chegamos a colher 24 milhões de sacas. O Paraná foi o maior produtor de toda a história do país e o Brasil o maior do mundo”, destacou. Segundo ele, apesar de toda esta história, hoje o Estado produz aproximadamente 10% do que produzia em 1960. “Isso em função do excelente trabalho do nosso ex-governador Paulo Pimentel em favor da agricultura e da cafeicultura”, recordou.

Pessuti informou que convidou o ex-governador para participar do ato, “só que ele hoje não podia vir”, frisou. O governador lembrou a geada de 1975, que modificou o perfil da atividade agrícola do Estado, fazendo surgir a soja, milho e trigo em substituição a lavoura do café. “Tudo isto está na nossa memória e recomeçamos este trabalho de fortalecimento da cafeicultura no primeiro governo do Roberto Requião (1991-94)”, declarou.

Homenagens

Do prefeito de Apucarana, Valter Pegorer, e do vice Valdemar Garcia, Pessuti recebeu uma cópia do troféu conquistado por Mezzomo no Espírito Santo. Ele recebeu ainda do prefeito de Mandaguari, Ari Eduardo Stroher, uma seleção de grãos de café produzido no município e dos cafés selecionados este ano, do presidente da Comissão Julgadora do Café Qualidade Paraná, Francisco Barbosa Lima.

O vencedor do concurso na categoria Café Natural, Valtamir Mezzomo, lembrou que há três anos convidou um amigo para iniciar a produção de café em Salto do Itararé, no Norte Pioneiro. “E fomos felizes que em nossa primeira colheita chegamos aqui”, frisou. O produtor agradeceu o empenho e a colaboração de todos os órgãos envolvidos no projeto do Governo do Estado retomado após 15 anos de paralisação.

“Quero aproveitar para dizer que os produtores busquem as informações, que estão bem fáceis, perto. O Paraná está com uma riqueza muito grande em termos de técnica e é só aproveitar”, orientou.

Relação histórica

O produtor Fábio Dória Scatolin, terceiro lugar na categoria Cereja Descascado, disse que a produção agrícola ainda é uma atividade extremamente importante no Estado e vai continuar sendo nos próximos anos. “A minha impressão é que o café tem uma relação com nosso solo e clima que já vem de mais de um século. E esta relação não podia acabar com a geada de 1975”.

Segundo Scatolin, a presença de todos na homenagem ao governo prova que o produtor e a sociedade paranaense sabem da necessidade de construir uma nova fase de prosperidade. “E ela vem sendo viável hoje na pequena e média propriedade através do aumento da produtividade e qualidade, mostra que é viável a produção no Estado”.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink