Qualidade do leite gaúcho será debatido na Agrotecno Leite 2014

Agronegócio

Qualidade do leite gaúcho será debatido na Agrotecno Leite 2014

RS possui laboratório especializado em análise da qualidade do leite
Por:
1355 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.
•    RS possui laboratório especializado em análise da qualidade do leite e é acessível para os produtores.

Desde julho de 2014 os produtores gaúchos de leite podem obter informações sobre a qualidade do leite que estão produzindo. Com a instalação do Serviço de Análise do Rebanho Leiteiro (SARLE), na Universidade de Passo Fundo (UPF) em Passo Fundo (RS) pioneiro no Estado, é possível consultar todas as análises que são feitas pelo laboratório, do leite retirado na propriedade. 

Conforme explica Carlos Bondan, professor da Universidade e coordenador do laboratório, assim que a análise é finalizada, seus resultados vão para um portal na internet, para que o produtor possa verificar o resultado. No descritivo do exame são apontados, caso hajam, possíveis problemas encontrados nas amostras e como resolvê-los para não acontecer mais. “Seguimos os padrões determinados pelo Ministério da Agricultura, através da Instrução Normativa 62, para estabelecer os parâmetros e o resultado é publicado em até sete dias após a chegada da análise no SARLE”, assinala o professor que proferiu uma palestra sobre o tema, durante a 8ª Agrotecno Leite, evento especializado no setor e que está sendo realizado até o dia 25, no Campus da UPF. 

Bondan afirma que desde a abertura do laboratório já foram feitas mais de 130 mil análises mensais, abrangendo um universo de 45 mil produtores de todo o Estado. “Isto nos permite afirmar que o problema da qualidade do leite não está dentro da propriedade, com o produtor, e sim, em algum momento fora da porteira”, ressalta. Segundo ele o problema que mais se encontra no leite hoje é o elevado índice de células somáticas e contagem de bactérias totais “mas, quando este problema é detectado, o leite é descartado, garantindo a qualidade do produto ao consumidor”, assegura. 

O coordenador estará entre os painelistas do evento: “O caminho da qualidade do leite: da porteira ao consumidor final” que acontece na quinta feira, a partir das 14hs, no Centro de Eventos da UPF, em Passo Fundo, durante a Agrotecno Leite. 
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink