Qualidade do solo argentino é a melhor da história, diz especialista
CI
Agronegócio

Qualidade do solo argentino é a melhor da história, diz especialista

Resultado de práticas de plantio direto
Por: -Leonardo Gottems

A qualidade de solo argentino é a melhor da história, como resultado de práticas de plantio direto. A afirmação é de Juliana Alberto, responsável por Prospectos Tecnológicos da Associação dos Produtores de Plantio Direto da Argentina.

Segundo Juliana, aproximadamente 78,5% da superfície agrícola total da Argentina é cultivada com essa técnica. "O solo aborveu mais água e a cobertura foi mantida. Em 10 anos, a produtividade dobrou", disse ela no Seminário da Cooplantio, em Gramado, no Rio Grande do Sul. 


Recentemente, o Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária da Argentina anunciou que a soja do país tem o menor nível de proteínas em 17 anos. O nível estão em 37,2% nos grãos examinados - um dos níveis mais baixos desde que esse tipo de pesquisa começou. Além disso, o baixo nível de gordura também provocou preocupações. O Inta afirmou que os problemas são consequência de um número maior de dias nublados que impediram a radiação ideal para as lavouras.


Questionada sobre o impacto na qualidade dos grãos que ficam muito tempo retidos (prática adotada pelos produtores daquele país), Juliana disse que o fator não é preponderante. "O clima mais frio da Argentina coloca menos pressão nos grãos armazenados", explicou.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink