Quarta-feira registra mais instabilidade pelo Brasil
CI
Imagem: Arquivo
AGROTEMPO

Quarta-feira registra mais instabilidade pelo Brasil

Nesta quarta-feira (18/11) o fluxo dos ventos e o calor, deu condições para pancadas de chuva localmente forte
Por: -Aline Merladete

Nesta quarta-feira (18/11) o fluxo dos ventos e o calor, deu condições para pancadas de chuva localmente forte, acompanhadas raios localizadas na maior parte da Região Norte, áreas de MT, GO, MS, parte do interior nordestino, em SP e no norte de MG.

A passagem de cavados – regiões alongadas de baixa pressão – e o avanço da frente fria de forma mais costeira pelo Sudeste do país, aumentará a instabilidade no Sudeste e provocou temporais localizados nesta tarde. Áreas do centro, leste, nordeste e norte de SP, no sul, centro, sudeste e triângulo de MG , no sul , serras e litoral sul e capital do RJ tiveram acumulados expressivos.

Como ficará o tempo nos próximos dias?

Quinta-feira (19.11)

Os cavados acoplarão no Oceano Atlântico e reforçando a frente fria e organizando um corredor umidade entre o Sudeste e o Norte do Brasil. Desta forma, deverá ter início um novo episódio de Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) – uma extensa faixa de nuvens carregadas persiste sobre o Brasil por vários dias consecutivos, cruzando o país sobre parte da Região Norte, do Centro-Oeste e do Sudeste. – que persistirá até o domingo (22/11). Além disso, a circulação da alta pressão pós-frontal e a atuação de um cavado a cerca de 5km de altitude, também favorecerá tempo com chuva entre o sudoeste do RS e o RJ e sul de MG.

Sexta-feira  (20/11)

A frente fria se deslocará para nordeste e levará o alinhamento da instabilidade para um setor mais ao norte, atuando na BA, MG, ES em direção ao interior do continente, onde atuará a ZCAS e os maiores volumes de chuva. Já na faixa leste do centro-sul do país, a tendência será de mudança dos ventos para nordeste gradativamente, fazendo com que a instabilidade diminua. Com o avanço da frente fria, também há condição de chuva no decorrer dos dias, as temperaturas entrararão em declínio, conforme o sistema avança, em áreas do Sudeste do Sul principalmente, com chances de geada na serra catarinense. Com o alinhamento da ZCAS as chuvas fortes ocorrerão em grande parte da BA, do centro-sul do MA e do PI, norte de MG e de GO, em TO, sul do PA, norte de MT e sudeste do AM. O tempo estará estável entre o CE e AL, principalmente no interior, onde não deverá chover, ainda na faixa litorânea entre AL e PE haverá chance de chuva rápida e isolada.

Do dia 21 até pelo menos o dia 24/11 uma alta pressão de bloqueio atuará à leste da Argentina e do Uruguai começando a partir da tarde do dia 21 e depois vem a se expandir para o oceano e influenciar o tempo para áreas do Sudeste e do Sul no decorrer dos dias seguintes, com isso, impede o avanço das frentes frias.

Material elaborado pela equipe Agrotempo.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink