Queda dos preços do arroz na colheita não é significativa
CI
Agronegócio

Queda dos preços do arroz na colheita não é significativa

Valores continuam estáveis com a colheita gaúcha em 45%
Por:
Como já era previsto pelos analistas de mercado, mesmo com praticamente 45% da área gaúcha semeada com arroz já colhida, os preços médios da saca do produto em casca vêm se mantendo praticamente estáveis. O Indicador de Preços do Arroz em Casca ESALQ/Bolsa Brasileira de Mercadorias-BM&FBovespa desta quinta-feira (20/3) indicou preço médio de R$ 33,77 por saca de 50 quilos (58x10) a vista, colocada na indústria gaúcha. Em dólar, pela cotação do dia, a saca equivale a US$ 14,49. No mês, a cotação referencial do arroz gaúcho caiu 1,89%. A projeção de uma safra de até 8,5 milhões de toneladas no Rio Grande do Sul vem perdendo força.

O alto grau de grãos falhados e chochos provocados pelo excesso de calor na fase de floração, vem preocupando o setor e gerando perdas que não eram esperadas. Além disso, há danos climáticos pontuais que ocorreram nas últimas semanas, como granizo, acamamento e enxurradas provocados por temporais e enchentes. Durante esta semana choveu em todas as regiões arrozeiras, o que deve atrasar a colheita em cerca de uma semana. Estatísticas da Emater/RS indicam que no ano passado, nesta época, a colheita já havia sido realizada em 58% da área. Atualmente está em 45%. Apesar da grande produtividade inicial, com média superior a 8 mil quilos por hectare, a expectativa é de uma baixa considerável à medida em que as lavouras plantadas no tarde e que tiveram mais problemas climáticos comecem a ser colhidas. Há perdas significativas também indicadas para os cultivos de soja em várzea.

O preço médio no mercado livre gaúcho varia entre R$ 32,00 e R$ 33,50. Chama a atenção o caso de São Borja onde mesmo as variedades nobres perderam fôlego nas cotações. O preço médio ao produtor varia de R$ 29,00 a R$ 33,00, um dos menores preços do Estado. Itaqui, próxima, é outra praça que vem acompanhando uma tendência baixista mais forte. 

MERCADO
A Corretora Mercado, de Porto Alegre, indica preços médios de R$ 33,30 para a saca de arroz em casca (58x10) no Rio Grande do Sul. O beneficiado, em saco de 60 quilos, sem ICMS, é cotado a R$ 68,00 no Estado, enquanto o farelo de arroz manteve-se referenciado a R$ 390,00 (FOB-Arroio do Meio) por tonelada. O canjicão é cotado a R$ 37,00 por saca de 60 quilos, volume no qual a quirera é remunerada em R$ 36,00.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink