Queda na produção mundial de algodão pode beneficiar o Brasil
CI
Agronegócio

Queda na produção mundial de algodão pode beneficiar o Brasil

USDA aponta crescimento de 21% na área plantada na safra 13/14 brasileira
Por:
USDA aponta para crescimento de 21% na área plantada na safra 13/14 brasileira

A perspectiva de queda na produção do algodão na China e nos Estados Unidos pode incentivar o plantio da pluma no Brasil, especialmente para Mato Grosso. Isso significa a recuperação de parte da área perdida na última safra. Conforme dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a redução foi de 36,4% na última temporada, atingindo 886 mil hectares ante a 1,3 milhão de hectares da safra 11/12. Mato Grosso, que é o maior produtor do algodão no país, a diminuição foi de 35,7%, passando de 757 mil hectares para 464 mil hectares.


O último relatório divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA- sigla em inglês) destaca o otimismo para a safra brasileira, com crescimento de 21% na área plantada na safra 13/14 - que terá início somente no segundo semestre. "Devido a necessidade de atender o consumo, os produtores podem se sentir estimulados em plantar mais algodão", pontua a analista do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Elisa Gomes.


Diferentemente do Brasil, a safra americana terá redução de 37,4% na área plantada de algodão, resultando na queda de 3% na produção mundial na safra 13/14. A analista do Imea pontua ainda que a queda na produção de mundial, de aproximadamente 657 mil toneladas a menos, não causará grande impacto nos estoques. "O consumo da pluma continua modesto e tende a crescer 2%, acompanhando o PIB mundial", diz.


Por outro lado, com a política de estocagem de algodão, a reserva nacional da China continuará a aumentar, saindo de 10,1 milhões de toneladas no início da safra para 12,0 milhões de toneladas. Porém, retirando o grande país asiático, os estoques devem reduzir 5%, terminando o ciclo em 7,2 milhões de toneladas.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.