Queda no dólar tirou sustentação do preço farelo de soja neste começo de outubro

Soja

Queda no dólar tirou sustentação do preço farelo de soja neste começo de outubro

Queda do dólar na primeira semana de outubro pressionou para baixo os preços da soja grão e do farelo de soja no mercado brasileiro
Por:
409 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

A queda do dólar na primeira semana de outubro pressionou para baixo os preços da soja grão e do farelo de soja no mercado brasileiro. Segundo levantamento da Scot Consultoria, em Paranaguá-PR, a saca de 60kg está cotada em R$94,00, frente aos R$98,00 por saca no final de setembro último.

O farelo de soja tem sido negociado, em média, por R$1.440,60 por tonelada em São Paulo, sem o frete, queda de 0,5% em relação ao fechamento do mês anterior. Com relação ao farelo, apesar do recuo na cotação, o insumo está custando 31,1% mais que no mesmo período de 2017. Considerando a praça de São Paulo, atualmente são necessárias 9,5 arrobas de boi gordo para a compra de uma tonelada de farelo. Com a queda no preço do farelo e o boi gordo firme, a relação de troca melhorou 1,3% em outubro, na comparação mensal.

No entanto, frente ao mesmo período do ano passado, o poder de compra do pecuarista diminuiu 22,5%. Em curto e médio prazos, o câmbio seguirá como principal fator de interferência nos preços da soja e farelo de soja no Brasil, em reais. Os resultados das eleições terão papel fundamental nesta questão. No mercado internacional, o avanço da colheita e situação das lavouras nos Estados Unidos deverão ditar o rumo dos preços nos próximos meses.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink