Quênia quer pacto agrícola com o Brasil

Agronegócio

Quênia quer pacto agrícola com o Brasil

Em 2009, as vendas brasileiras ao Quênia renderam US$ 90 milhões
Por:
1054 acessos
As áreas de interesse do governo queniano na parceria agropecuária com o Brasil foram abordadas pela delegação daquele país durante reunião com o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Gerardo Fontelles, em Brasília. "Pretendemos fazer cooperação no setor de sementes, vacinas para animais, indústria açucareira e na importação de equipamentos para mecanização agrícola", detalha o secretário do Ministério da Agricultura do Quênia, Romano Kiome.

"Eles pretendem privatizar as suas indústrias açucareiras e adotar o modelo usado no Brasil. Isso está relacionado à produção de açúcar, etanol e à utilização do bagaço para a produção de energia", explica o secretário de Produção e Agroenergia, Manoel Bertone. Segundo ele, a iniciativa abrirá caminhos para investimentos. "A ideia é criar um mercado internacional mais amplo para a fonte de agroenergia", destaca o secretário.

Em 2009, as vendas brasileiras ao Quênia renderam US$ 90 milhões. Já as vendas quenianas para o Brasil registraram apenas US$ 2 milhões, no período.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink