R$600 mil para combater nuvem de gafanhotos
CME MILHO (DEZ/20) US$ 3,782 (-0,26%)
| Dólar (compra) R$ 5,38 (2,78%)

Imagem: Pixabay

RECURSO

R$600 mil para combater nuvem de gafanhotos

MInistra Tereza Cristina e secretário Covatti Filho tiveram reunião em Brasília nesta quarta-feira
Por: -Aline Merladete
451 acessos

O Ministério da Agricultura deverá liberar R$ 600 mil de recursos para auxiliar o Rio Grande do Sul no combate à nuvem de gafanhotos que está atualmente na Argentina, caso se desloque para o Estado. A promessa foi feita durante reunião realizada em Brasília na quarta-feira (22.07) entre a ministra Tereza Cristina e o secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho.

De acordo com as informações divulgadas pela Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul, o valor repassado pelo ministério poderá ser utilizado na aquisição de produtos para tratamento fitossanitário e contratação de serviços de aplicação. “Outra ideia apresentada é a busca por um acordo de cooperação com Argentina e Uruguai para auxiliar no controle dos insetos em seus territórios, de forma a permitir a entrada de aviões para aplicação de inseticidas na Argentina, por exemplo”, conta o secretário Covatti Filho.

A ministra e o secretário também discutiram detalhes do processo de retirada da vacina da febre aftosa no Rio Grande do Sul, medida que permitirá abertura de novos mercados para a carne gaúcha. A última etapa de vacinação contra a febre aftosa foi adiantada de maio para março deste ano, para que o Estado pudesse dar entrada no pedido de retirada da vacina. No momento, a Secretaria conclui o cumprimento dos 18 apontamentos levantados pelo Ministério durante auditoria realizada no ano passado.

Informações da Seapdr.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink